Dicas Top Listas

10 erros mais cometidos por viajantes iniciantes.

Erros mais cometidos por viajantes
Escrito por Antonio JR

10 erros mais cometidos por viajantes iniciantes.

Uma viagem perfeita! Este é o sonho de todos que começam a planejar uma viagem. No plano parece tudo okay mas na prática, uma ou várias coisas podem sair do script e você sentir um nó no estomago do tamanho da sua vontade de sair viajando mundo afora.

Viajei algumas vezes e posso garantir que passei por inúmeros perrengues. Alguns me dou o direito de não comentar aqui em público! (ops! tenho esse direito, não tenho?!?!). Outros, mais comuns, elencarei aqui abaixo, neste post, para que talvez esta mensagem sirva de alerta para os desatentos quase sempre de plantão.

Erros mais cometidos por viajantes

Erros mais cometidos por viajantes

Abaixo listo os 10 principais erros que um viajante pode cometer:

1 – Não fazer um check list no planejamento.

Coloque neste check list tudo que encontrar em suas pesquisas e que se faça necessário para sua viagem. Não deixe de reservar seus hotéis com antecedência também. Ficar sem opção ou perder a qualidade na hospedagem porque a única alternativa era a que menos lhe convinha, não é legal para uma pessoa que escolheu esses dias para se divertir e conhecer coisas novas. Verifique sobre o vencimento de seu passaporte (importantíssimo) e sobre as vacinas e vistos. É comum não sabermos quais lugares exigem e quais documentos. A vacinas caem mais no esquecimento ou talvez, por desconhecimento mesmo, não são checadas. Em uma viagem ao México, fiquei sabendo sobre a vacina da febre amarela muito pouco antes da viagem. Por sorte, minha caderneta estava okay, mas não deixei de passar um susto!

Erros mais cometidos por viajantes

Erros mais cometidos por viajantes

2 – Escolher um número de cidades maior do que o tempo que ficará viajando.

Sabe aquela brincadeira que diz: “quer colocar Rio de Janeiro dentro de Búzios”? Então… não é diferente daqueles que pretender enfiar cidades e mais cidades onde não tem mais espaço de tempo. Acabam sendo muitas cidades e pouca perna/tempo/espaço. Enfim, a pessoa começa a contar do plano de viagens aos amigos começando pelo número de cidades que pretende conhecer. Isso é um erro gravíssimo! Além de não dar tempo, a frustração vai ser ainda maior. E se der, irá ver somente o básico e talvez o que menos lhe interessa. Pense em qualidade e não quantidade.

3 – Deixar de levar itens importantes e cuidar bem de seus pertences.

É claro que este assunto passa desapercebido em muitos casos. Assim como já aconteceu comigo, o viajante está tão deslumbrando com as paisagens dos lugares que irá conhecer que se esquece de planejar uma lista de coisas básicas. Câmeras fotográficas e suas baterias, carregadores de celulares, plug/tomada que se utiliza no pais (caso seja diferente do brasileiro), dentre outras. Para os mais aventureiros, lanternas, canivetes e por ai vai. Ah! Você deve estar me achando um louco, certo? Mas na verdade isso pode acontecer. Planeje-se!

Se você planejou direitinho e tudo está conforme, então cuide de suas coisas. É comum viajantes perderem as câmeras, cartões de memória, celulares, passaporte (isso é terrível), óculos de sol e relógios. Podem ainda, serem roubados ou furtados. Não pense que se você estiver na Europa está tudo right e que não corre nenhum perigo. Não, não está. Além de perdermos, podemos também ser roubados e apesar de alguns lugares do mundo serem mais seguros, todo cuidado é pouco.

Já perdi e já fui furtado em câmeras, óculos de sol e dinheiro. Sério, não recomendo esse prejuízo pra ninguém. É outro nó no estomago.

Erros mais cometidos por viajantes

Erros mais cometidos por viajantes

4 – Perder um voo, um trem ou um ônibus.

erros mais cometidos por viajantes

Erros mais cometidos por viajantes

Numa certa viagem, me deparei com dois problemas desse tipo. O primeiro foi a perda de um voo e a noite anterior teve uma parcela da culpa (rs). Se você tem um voo muito cedo no dia seguinte, nada como se conter na noite anterior, não é mesmo? Além disso, verifique, mais de uma vez se necessário, as datas e os horários dos voos. Essas passagens devem estar sempre impressas e em lugares de fácil acesso para facilitar a solução de qualquer dúvida. Outro episódio foi a compra de uma passagem de ônibus com data errada (dia anterior). Por sorte o ônibus, que era o último do dia, tinha vaga, senão, adeus planejamento!

5 – Ficar doente.

Sobre esta situação não temos controle. Ficar doente em casa já é uma das coisas que mais nos chateiam, quem dirá em algum lugar quilômetros de distancia. É sempre bom uma caixinha de medicamentos levados de casa. A gente confia na marca, sabemos o nome do remédio, a dosagem e os efeitos colaterasi. Não vale ter nessa caixinha somente kit anti-ressaca não viu? Sério, é bom ter sempre por perto medicamentos que podem facilitar bastante em casos de alguma doença ou de uma simples indisposição.

Outra coisa extremamente importante para viagens ao exterior é seu seguro de viagens. É impressionante com já vi casos onde o seguro de viagem tirou das costas do viajante o enorme peso dos gastos com problemas de saúde. Procure um bom seguro de Saúde. Nós viajamos com a Mondial Assistance, se você quiser fazer uma cotação, clique aqui. digite o código promocional pois aqui você tem desconto. Seu seguro também pode ser dividido.

6 – Não fazer backup das fotos.

Um amigo perdeu sua câmera com todas suas fotos (isso mesmo! todas as fotos!) de dez dias pelo sul do chile porque esqueceu no aeroporto e quando se deu conta, voltou correndo, mas não encontrou a “ditacuja”. Além dele infringir a regra 3 dessa lista, não fazer backup lhe rendeu um custo muito maior do que o custo financeiro da câmera.

Em outro caso, uma certa vez, eu estava na copa do Mundo em Berlim, ano de 2006. Era tudo um pouco mais complicado nesta época. Tinha levado meu laptop e já tinha descarregado todas minhas fotos da Inglaterra nele. Faltavam da França e também de Berlim. No último dia voltando do Portal de Brandeburgo, na saída de uma Fanfest da FIFA, eu perdi minha câmera com tudo nela. Quando me dei conta, estava descendo as escadarias do metrô. Não exitei e voltei correndo. Fiz o caminho que tinha feito, inclusive entrando pelo lado que era de saída da Fanfest. De repente, escuto um rapaz me gritando. – Ei! você aí? Perdeu uma câmera? quase surtei. Disse: – eu mesmo. Você acredita que o rapaz, brasileiro diga-se de passagem, encontrou minha câmera, me reconheceu pelas fotos, e me chamou quando me viu passando? Absurdo né? Então… a partir daí tenho muito mais cuidado com meus arquivos e pertences, apesar de ser o “desatento”em pessoa.

Sugiro que a cada cidade, seja feito um backup da câmera. Fotos merecem muito cuidado. Atualmente são inúmeras possibilidades de backup: Levar consigo um HD externo ou pendrive, ter um Micro SD com alta capacidade, fazer transferência a cada foto para sistemas como Dropbox, por exemplo. Descarregar em um notebook. Você quem define a melhor forma de fazer, só não vale deixar de fazê-lo, okay?

7 – Não programar seus gastos.

A não ser que você seja uma pessoa onde dinheiro, ou a falta dele, não seja problema, todos nós devemos fazer uma programação de gastos da viagem. Nós estamos em um momento de diversão, descontração e relaxamento. É normal que tenhamos sempre uma inclinação a fazer de tudo para deixarmos nossa viagem gostosa. Mas devemos lembrar que em muitos casos, mais diversão significa gastos extras. As vezes abusamos de algo que só faz furar o orçamento. Por isso é interessante que tenhamos em mente o que queremos gastar, como queremos gastar e onde queremos gastar.

Em lugares diferentes, principalmente fora do Brasil, perdemos a noção de valores. Moedas mais ou menos valorizadas atrapalham bastante nosso controle.

Outro ponto que brasileiros adoram e que podem estragar o orçamento da viagem são as compras. Como temos uma alta carga tributária no Brasil, é normal vermos, fora daqui, produtos que sempre sonhamos por preços extremamente atraentes. Contenha-se nas compras e vai cuidando do seu dinheiro dia a dia, conforme suas possibilidades.

8 – Carregar mais do que o necessário.

Na hora de fazer a mala, a sensação de prazer pela partida tem relativamente o mesmo peso dos itens que você deseja colocar dentro da mala. É um conjunto para esse dia, esse outro para outro e por aí vai. Além disso, sempre tem algo que te faz pensar: Ah, e se eu precisar?

Pois bem. Levar tudo que lhe der na telha pode gerar além de uma grande dor de cabeça carregando aqueles volumes pesados, mais custos. Pagar excesso de bagagem pode ser um desperdício e por isso deve ser muito bem avaliado.

Erros mais cometidos por viajantes

Erros mais cometidos por viajantes

Penso que devemos viajar leves de corpo, alma e mala! Nunca fui de carregar milhares de coisas e aprendi a ser mais recessivo quando fiz o Caminho de Santiago. Ali eu não tinha escolha. Era estar leve ou não estar lá. É certo que não precisa ser radical, afinal, alguns roteiros carregam consigo a necessidade de se ter mais itens na mala do que em outros, mas saber o que levar e como levar, pode deixar sua viagem menos “carregada”.

9 – Não se informar sobre o destino.

Já ouviu a expressão que diz: “Pra quem não sabe onde ir, qualquer caminho serve.”

Trazendo pra realidade viajante, o que o ditado quis dizer é que se você não sabe o que quer conhecer no destino visitado, qualquer caminho irá lhe satisfazer. Seja o mais bonito ou não. Então, não deixe de se informar sobre a cultura e as atrações do lugar. Saiba mais sobre a culinária (se te interessar, claro) e veja o que pode e deve ser feito.

Não pesquise em somente uma fonte. Não acredite em agências de turismo que está tentando lhe vender um pacote. Veja sobre o destino em várias locais, principalmente em blogs ou sites de viagem que tem perfil semelhante ao seu. Desta forma você irá diminuir o risco de acabar conhecendo algo que não lhe interessa em nada.

No próprio destino veja mapas, guias que geralmente são oferecidos nos hotéis ou oficinas de turismo. Com ele certamente irá poder otimizar seu tempo para ver tudo que deseja, não deixando nada para trás. e ainda ter alguma agradável surpresa de conhecer algo imperdível e que não estava no seu roteiro.

Se informe também sobre algumas normas e leis do local visitado. As vezes, simples ações para nós brasileiros, que é beber uma garrafa de cerveja pela rua, pode lhe trazer grande dor de cabeça. Saber o que não é permitido, como por exemplo, algumas infrações de transito, vestimentas ou limites de horários podem ajudar a eliminar a possibilidade de maiores problemas.

Erros mais cometidos por viajantes

Erros mais cometidos por viajantes

1o – Deixar o roteiro todo engessado.

Seu roteiro deve respeitar o seu ritmo. Criar muitas atividades e deixá-las engessadinha pode lhe complicar e gerar uma perda de dinheiro também. Em seu roteiro, deixe dias livres para descanso ou para fazer aquilo que lhe der na telha. As vezes ficar dentro de um quarto de hotel durante meio dia vai lhe dar ânimo para ir bem mais disposto para qualquer outra atividade que você quiser fazer.

Em alguns casos, este dia livre serve para repetir o que foi feito em outro dia que não foi tão aproveitado. Serve para introduzir algo que não estava nos planos, descansar e por ai vai. Acredito que para cada três dias um dia livre seja merecido.

Da mesma forma, não vá programar atividades em dias de viagem. Isso lhe deixará bem mais cansado para encarar o retorno pra casa(quando é dia de volta). Na minha opinião dia de viagem é dia livre.

E então? você acha que está lista de erros mais cometidos por viajantes está incompleta? conte para nós o que lhe tira do sério quando está viajando.

Assine nossa Newsletter e sinta-se conectado o Mundo Retrip. Nosso contato será semanal com o que há de melhor nas matérias semanais. Venha com a gente e bem vindo a bordo!

Reserve seu hotel com a gente, vai.

Banner Booking horizontal 810x100

Nosso blog tem parceria com a Booking.com. Uma reserva através do blog ajuda a mantê-lo pois ganhamos uma pequena comissão. O preço não altera e você pode contar com a qualidade Booking.com em suas reservas. Com cancelamento grátis! É muito simples e seguro.

Clique em :

Booking.com – Hoteis em qualquer lugar do Mundo 

Venha pra nossa Rede:

Facebook   Google+   Instagram

Sobre o autor

Antonio JR

Sou um amante da natureza e de esportes outdoor. Corredor de montanha, sou um aficionado por trilhas e terrenos acidentados. Tenho um carinho por tudo que envolve arte e a música é outra atividade que me libera endorfina. Um apaixonado pelo mundo, acredito no poder transformador de cada viagem e com elas adquiro vivência e experiência para minha vida.

10 Comentários

  • Nossa, muito legal. Me identifico em vários itens……Checar horário de datas é um deles que faço toda hora rsrs Agora tentar fazer mutas atividades em pouco tempo também é um hábito que estou tentando controlar. Se tiver um tempinho, passa no nosso blog para conhecer. será muito bem-vindo. http://dedmundoafora.blogspot.com abraços eparabéns pelo blog.

  • Impressionante, sigo acho que tudo o que foi descrito aí e nem viajo tanto assim, apesar de gostar muito.

  • Já viajei para alguns lugares e pretendo ir à Bolívia em Julho. Estamos planejando a dois meses e separando tudo que achamos necessário mas, mesmo assim ir para um país diferente nos dá um certo medo. Vamos ficar uns 20 dias por lá e visitar várias cidades…sua dicas foram muito bem vinda! Obrigada

  • O horário dos voos é extremamente importante. Aeroportos muito longe para voos que saem cedo é uma armadilha. Voos que chegam muito tarde tambem é complicado em caso de atrasos, pois transporte pro hotel / hostel mais tarde pode ficar complicado se a pessoa tiver dependendo de transporte publico, e vai gastar mais com taxi.

  • Pra mim o principal é pesquisar o que tem de mais legal no lugar que estamos indo, as outras informações como se precisa de vacina, visto, passaporte a gente acaba descobrindo quando começa essa pesquisar.
    Pior coisa que tem é viajar e depois descobrir que você deixou de ir num lugar fantástico porque não sabia da existência dele antes!! Aconteceu comigo em Vegas, fui pra lá sem muito esforço só com uma pesquisa meia boca e descobri depois que lá tinha um bar com Duelo de Pianos no hotel New York, New York igual um que eu tinha amado em San Franciso. Poxa.. fiquei muito triste de não ter ido no de Vegas.

  • Muito legal esse post!
    Tenho mania de check lists: faço os mensais, quinzenais e os da semana da viagem. Funciona muito bem 😉
    Dentre esses erros, já cometi bastante o número 2. Sabe aquela agonia de querer conhecer tudo?

  • Definitivamente erros fazem parte do nosso dia a dia como fotografos, iniciantes ou nao, estamos sempre em busca de conseguir capturar aquela imagem especial que falara por si so a emocao que voce quer expressar, por isso nao se preocupe em nao comete-los, mas aproveite pra aprender com os erros dos outros e assim ficar mais proximo da sua foto epica!

Deixe um comentário

--