Caminho de Santiago Destaques e Filosofia

10 lições do Caminho de Santiago de Compostela

Compostela
Escrito por Antonio JR

Compostela10 lições do Caminho de Santiago de Compostela.

Setembro de 2014 foi um mês especial onde percorri mais de 900 quilômetros, de bicicleta, pelo tradicional Caminho de Santiago de Compostela. Foram 16 dias colecionando vivências, aprendizados e muitas emoções. Parti de Saint Jean Pied de Port, na França e concluí em Finisterre, o antigo “fim do mundo” dos ocidentais, passando claro, por Santiago de Compostela e ainda pela cidade de Muxia, também no litoral da Galícia.

Várias emoções e sensações foram acumuladas nos dias que estive longe dos meus compromissos da vida normal. Minha família (esposa e filho), meu trabalho e tudo que envolve a minha vida social, ficaram há quilômetros de distância. A preferência pelas pedaladas e a necessidade de se fazer o caminho em menos tempo, contribuíram para a opção de fazê-lo de bike. Tenho que confessar que a vontade de refazê-lo, agora caminhando, cresce a cada dia.

Nesses dias, o contato com a história do caminho e com as estórias dos peregrinos foram me fazendo compreender o porquê de ser tão especial. Fazer o caminho é buscar por algo que na maioria das vezes não se sabe bem o que é. É um espaço vazio que começa a ser preenchido com a decisão de fazê-lo. As transformações são inevitáveis se soubermos extrair do caminho o que ele tem a ensinar. Estou certo que a minha caminhada está apenas começando, pois a caminhada da vida começa a partir de agora.

Lições do Caminho de Santiago de Compostela:

Planejar sempre:

É normal que quase todas as coisas da vida exijam planejamento. No caminho não é diferente. Não se esqueça que serão dias e mais dias em um lugar desconhecido tendo a rotina como principal companheira. Caminhar, comer e dormir são as principais atividades do decorrer do tempo. O lugar é belo e isso facilita, é verdade, mas definir qual será seu plano diário e os passos para executá-lo, são de extrema importância para que se conquiste o objetivo de se chegar ao seu destino, seja no caminho ou na vida.

Prepare sua mente:

Como a rotina faz parte desta jornada, a ansiedade se destaca e às vezes apavora. Lembre-se que o aprendizado está no caminho e não no destino. Contenha sua ansiedade para não desperdiçar energia. Caminhar dia após dia, aproveitando cada minuto do que lhe é apresentado, faz com que o resultado não seja somente chegar à cidade de Santiago de Compostela e sim, aproveitar os ensinamentos que estão diante de seus olhos e ouvidos nos maravilhosos dias de caminhada.

Tenha foco e persistência:

Quem disse que fazer o Caminho de Santiago de Compostela seria fácil? Quem disse que muitas adversidades não se fariam presentes? Quando partimos para o caminho, já sabemos que muitas dificuldades serão encontradas. Chuvas fortes, dores e cansaço já são previstos, mas nunca se esqueça que, assim como na vida, muitos outros obstáculos podem aparecer assim, de repente. Uma pequena lesão ou até a falta de hospitalidade de quem faz parte do caminho podem ser algumas delas. Esteja sempre focado, pois com persistência é que conquistamos nossos propósitos e sonhos.

Não foque em bens materiais:

Nesta empreitada, sua maior companheira é sua mochila e nela deverá estar tudo que necessita. Se você carrega peso demais significa que é excesso e isso certamente atrapalhará sua jornada. Isso serve para sua vida. Se desapegue daquilo que não lhe é necessário e que te traz infelicidade por não possuir. Buscar o excesso de coisas materiais faz com que fiquemos aprisionados numa busca constante, dia a dia, e que não nos levará a lugar algum.

Compostela

Entenda seu limite:

Não se esqueça que você é humano, ok?  Apesar de sermos a máquina mais perfeita que existe, temos muitas limitações. Seu corpo fala e tente sempre ouvi-lo. É claro que não podemos nos entregar nas primeiras dificuldades que aparecerem, mas temos de ter consciência de quando devemos estar mais atentos com nosso corpo. Diminuir o ritmo ou até mesmo abandonar a jornada são situações que devem sempre ser analisadas.

Seja generoso:

Quando estamos sujeito a alguma situação de dificuldade parece brotar na contramão, dentro de nós, a generosidade. No caminho, sentimos necessidade de ajuda da mesma forma como sentimos o prazer em ajudar. Seja no auxílio com as bolhas ou numa simples ação de atravessar um pequeno riacho. Por ser um momento único para todos, a ajuda mútua se faz presente. Essa generosidade que se mostra mais evidente nos dias da jornada, levamos para o nosso dia a dia.

Bom humor sempre:

Peregrino mal humorado ninguém merece! O caminho não é pra isso! Devemos estar e geralmente estamos mais leves com a gente mesmo. Vamos entrando numa sinergia com o universo do caminho que dificilmente algo nos tira do sério. Devemos levar essa leveza e o bom humor sempre com a gente. O mundo agradece!

Se atente aos detalhes:

O caminho é belo! Uma história é contada ali, passo a passo, não resista em tentar entendê-la. A dificuldade do caminho pode te fazer olhar para o chão e perder detalhes. Lembre-se que o caminho mais fácil nem sempre é o mais bonito.

Aprenda com as pessoas:

Peregrinos e os moradores locais são sempre fonte de inspiração. De uma boa prosa podemos aprender muito sobre a vida!

Somos iguais:

O caminho recebe peregrinos do mundo inteiro. É comum ouvirmos sempre um idioma diferente e vermos uma diferente forma no modo de caminhar ou de vestir. Muitas nacionalidades presentes. Ali, temos todas as idades, homens e mulheres e distinção de classes sociais. As crenças também não seguem uma regra exata. Saiba que apesar de todas as diferenças, no caminho somos iguais e nos fazemos iguais. Temos angústias, fantasmas, desejos e dores. Precisamos nos agarrar em algo mais forte. Ter fé (o caminho é independente de religião) é algo que se faz necessário, pois acabamos entendendo que somos uma minúscula parte de tudo que foi criado.

Se você o caminho de Santiago de Compostela, o Caminho lhe proporcionou algum aprendizado? Deixe nos comentários quais foram as maiores lições tiradas do Caminho.

Reserve seu hotel com a gente, vai!

Banner Booking horizontal 810x100Nosso blog tem parceria com a Booking.com. Uma reserva através do blog ajuda a mantê-lo pois ganhamos uma pequena comissão. O preço NÃO altera em absolutamente nada e você pode contar com a qualidade Booking.com em suas reservas. Com cancelamento GRÁTIS! É muito simples e seguro.

Clique em :

Booking.com – Hoteis em Santiago de Compostela  pela Booking.com

Booking.com – Hotéis em qualquer lugar do Mundo

Venha pra nossa Rede:

Facebook   Google+   Instagram     Pinterest   Twitter

Veja tudo sobre o Caminho de Santiago:

Caminho-01

Clique e veja nossos posts

Caminho-02

Clique e veja nossos posts

Caminho-03

Clique e veja nossos posts

Sobre o autor

Antonio JR

Sou um amante da natureza e de esportes outdoor. Corredor de montanha, sou um aficionado por trilhas e terrenos acidentados. Tenho um carinho por tudo que envolve arte e a música é outra atividade que me libera endorfina. Um apaixonado pelo mundo, acredito no poder transformador de cada viagem e com elas adquiro vivência e experiência para minha vida.

19 Comentários

  • Quando li O Diário de um Mago uns anos atrás esse desejo nasceu, porém ele adormeceu… E neste ano o desejo de percorrer O Caminho de Santiago está ardendo em minha alma, ainda não sei de onde virá os recursos para fazê-lo, mas de uma coisa eu tenho certeza, eu irei fazê-lo!!!
    É como algo muito necessário para minha vida 🙂
    Parabéns Peregrino, pela experiência incrível que você vivenciou!

  • Olá. Fiz o caminho no mesmo período que você, também de Saint Jean Pied de Port até Santiago. Só que fiz a pé, iniciei no dia 16/09 e foram 33 dias de caminhada, sendo que parei um dia, em Ponferrada. Realmente é uma lição de vida e, uma vida em um mês…. Adorei…

  • Antônio, tudo bem? É um prazer falar contigo e minha dúvida – ou dúvidas – está, neste momento, relacionada ao custo que eu teria hoje para percorrer o caminho de bicicleta também. Contando desde a saída de São Paulo, mais os gastos com albergues e o necessário e absoluto para alimentação, quanto você estima que custaria hoje? A segunda dúvida diz respeito à própria bike. Levar do Brasil, pagando a taxa da companhia aérea, que não é barato, fica mais barato do que alugar uma lá? Um abraço e obrigado.

    • Oi Paulo tudo bem? Que bom que visitou nosso blog. Sobre os custos gerais vc irá gastar a passagem aérea, deslocamento Madri ou Barcelona até Pamplona e depois para SJPP. Alimentação média de 20 a 25 euros dias. prato peregrino + as compras necessárias durante o dia para lanches e etc. Albergues você irá gastar entre 7 e 15 euros/dia. Pra ficar mais barato procure sempre os albergues peregrinos municipais que são mais baratos mas depende de cidade para cidade. Não paguei mais que 13,50 euros. Fiz em 14 dias até Santiago e mais 2 até Finisterra.
      Esse post pode te ajudar com os custos de deslocamentos: https://retrip.com.br/site/caminho-de-santiago-como-ir/

  • Olá.Fiz o caminho Francês m 2013 de setembro a outubro.Fiz em 29 dias.Foi a maior experiência da minha vida.O caminho me levou para o espiritual rapidinho.Tive Experiência incríveis.Fiz um vídeo e gostaria de compartilhar com vocês.Esta no you tube.Elzira o Caminho.Grata por esta oportunidade.
    Elzira Freitas

  • Fiz o caminho francês desde Saint Jean duas vezes caminhando e uma vez o português desde Porto. Estou planejando voltar ano próximo. Não consigo mais ficar sem “EL CAMINO”.

  • Olá Antônio !

    Que linda e delicada narrativa das lições do seu caminho peregrino!

    Confesso que não tive a oportunidade de conversar com BICIGRINOS , por andarem numa velocidade e num compasso tão distinto de quem faz o caminho a pé! Parecia um universo paralelo,mas eu sempre quis saber o que lhes movia nessa jornada …

    Fiquei feliz em saber que mesmo pedalando e num ritmo mais acelerado , seu olhar era atento e que seu coração estava aberto para enfrentar essa jornada de superação e com tantos aprendizados!

    Fiz meu caminho francês em agosto de 2013, quando havia muita gente peregrinando! Levei um tempo para encontrar a minha melhor versão/forma de fazer o caminho no verão. Depois desta “aclimatação” meu caminho deslanchou …

    Tomei a liberdade de compartilhar seu lindo texto com algumas pessoas que tem o interesse no Caminho de Santiago. Este é o primeiro texto que me tocou escrito por quem fez o caminho de bicicleta.
    Se quiser conhecer mais acesse https://www.facebook.com/janacarvalhoassessoria

    Acho que meu próximo caminho será o Português…

    BUEN CAMINO !!

    Um forte abraço,
    Jana Carvalho

    • Ei janaína (Jana) tudo bem? Como sua mensagem me tocou e estou muito agradecido por ela! Sim, a velocidade e a introspecção são coisas típicas de bicigrinos. Por outro lado, tentei ser mais participativo e extrair o melhor do que caminho e aproveitar a oportunidade estar vivendo tudo aquilo ali. Agradeço a mensagem e também por compartilhar com amigos. Obrigado de coração e um grande abraço!

  • Antonio, meu marido e eu fizemos o Caminho Francês no ano passado e adorei ler seu post, aliás as lembranças me emocionam até hoje. Fizemos em 32 dias, mas confesso que não queria chegar em Santiago. Foi uma linda e única experiência. Queremos muito voltar. Nós realmente vivemos o Caminho, amamos e fomos muito amados.
    Abraços
    Quênia

Deixe um comentário