Caminho de Santiago Etapas

Caminho de Santiago etapa 10 – Rabanal del Camino à Villafranca del Bierzo

Caminho de Santiago etapa 10
Escrito por Antonio JR

Caminho de Santiago etapa 10 – Rabanal del Camino à Villafranca del Bierzo

Etapa 10 – Rabanal del Camino / Foncebadón (5.5km) / Manjarín (4.3km) / El Acebo (7.5km) / Riego de Ambrós (3.1km) / Molinaseca (6.8km) / Campo (4km) / Ponferrada (3.9km) / Columbrianos (5.4km) / Fuentes Nuevas (2.3km) / Camponaraya (2.3km) / Cacabelos (5.7km) / Pieros (2.4km) / Villafranca Del Bierzo (6.6km)

Total da etapa: 59.8km – Restam: 196.6km

Custo do Albergue Municipal em Villafranca del Bierzo: 5 Euros

Custo do Prato peregrino: 7 euros

Saímos cedo de Villafranca e o dia estava fechado. A chuva já estava se anunciando. Fomos subindo o monte Irago até chegarmos em Facebadón. Esta é uma cidade praticamente abandonada sendo a última cidade antes de chegarmos à Cruz de Ferro. Ela faz fronteira entre La Maragatería e El Bierzo. Vi na entrada da cidade (Foncebadón) alguns ônibus turísticos parando ali. Sinal de algumas pessoas chegam até ali de ônibus, conhecem a cidade abandonada e seguem em direção à Cruz de Ferro. Notei que todas tinham uma mochila e estavam preparados para caminhar. Neste dia, a origem de grande parte dos turistas era da Coréia.

Caminho de Santiago etapa 10

Saída de Villafranca – Caminho de Santiago Etapa 10

Caminho de Santiago etapa 10

Saída de Villafranca – Caminho de Santiago Etapa 10

Caminho de Santiago etapa 10

Cidade abandonada de Foncebadón – Caminho de Santiago Etapa 10

Caminho de Santiago etapa 10

Cidade abandonada de Foncebadón – Caminho de Santiago Etapa 10

Após Dois kms de Foncebadón você vai chegar à Cruz de Ferro (Iron cruz). Originalmente, sendo um cruzamento de alta montanha, os romanos construíram um altar primitivo aqui para Mercúrio, o deus dos viajantes. Foi só mais tarde que um eremita se a Via chamado Gaucelmo colocada uma cruz de ferro no topo do poste de madeira para trazê-lo mais perto de tradições cristãs.

Pra mim um momento especial. De acordo com as tradições, os peregrinos trazem pedras em casa ou buscá-los durante o caminho para deixá-los aqui perto da cruz e fazer seus desejos ou se livrar de uma grande carga simbólica. O lugar, sem dúvida, traz à tona sentimentos profundos. Levei de casa três pedras. Todas simbolizando aquilo que eu queria que deixasse em nossas vidas. Minha, da minha esposa Carla e do Meu filho Guilherme. Levei uma pedra para cada um. Escrevendo este post esto arrepiado de lembrar. A cruz e o lugar não tem absolutamente nada de mais. é simplesmente uma cruz sobre um poste de madeira e uma casinha de pedra. O que significa esta passagem que é importante. Todos aqueles que se envolvem com o caminho espiritualmente e religiosamente acabam entendendo o significado.

Caminho de Santiago etapa 10

Cruz de Ferro – Caminho de Santiago Etapa 10

Caminho de Santiago etapa 10

Cruz de Ferro – Caminho de Santiago Etapa 10

Caminho de Santiago etapa 10

Cruz de Ferro – Caminho de Santiago Etapa 10

Neste momento a chuva gelada castigava e era difícil obter boas fotografias. Ajudei várias pessoas que estavam sozinhas a registrar aquele momento. Depois de algum tempo todos aqueles turistas que vieram de ônibus chegaram ao local e a dificuldade de obter uma boa imagem se tornou ainda maior.

Caminho de Santiago etapa 10

Cruz de Ferro

Caminho de Santiago etapa 10

Cruz de Ferro

Caminho de Santiago etapa 10

A chuva caía na Cruz de Ferro – Caminho de Santiago Etapa 10

Seguindo viagem chegamos a Manjarín. É bem pertinho. Um lugar muito especial, indicando de como nos velhos tempos os albergues se apresentavam.Na internet corre uma imagem muito bacana das distancias de várias cidade dos mundo. esta placa ainda está lá para quem quiser ter a mesma foto.

Caminho de Santiago etapa 10

Manjarín – Caminho de Santiago Etapa 10

Caminho de Santiago etapa 10

Manjarín – Caminho de Santiago Etapa 10

O único habitante permanente deste lugar é Tomás, o hospitalero e como ele diz: “Um dos últimos Cavaleiros Templários”. Ele serve os peregrinos durante todo o ano de alimentação e curando-os, dando-lhes lugar para ficar para a noite.

Começamos a descer as trilhas pelas montanhas e logo entramos em El Acebo, um pequeno povoado encantador. Parei para tomar um chocolate quente pois a chuva gelada e aquele tempo parado na Cruz de Ferro me deixou com bastante frio.

Uma imagem comovente de um memorial do lugar, uma bicicleta estátua feita de ferro, é uma homenagem a Henrich Kranse, um peregrino alemão, que faleceu em El Acebo.

A descida é maravilhosa e a paisagem magnífica. De bike as coisas se tornam mais harmoniosas pois a bike, o vento, a sensação de liberdade, as conquistas e os pensamentos fazem daquela descida um momento único de reflexão e curtição.

Caminho de Santiago etapa 10

Descida para Molina Seca – Caminho de Santiago Etapa 10

Antes de chegarmos na simpática e bela cidade de Molina Seca ainda passamos por Riego de Ambrós que é um pequeno povoado cercado por encostas pitorescas. Um de seus tesouros é a ermida de San Sebastián e San Fabian. Veja também a Igreja Paroquial de la Magdalena.

Entramos em Molina Seca. Molina Seca sempre foi uma cidade importante na história. Antigamente, ainda na época romana, serviu como um posto de controle no caminho para as minas de ouro.

Caminho de Santiago etapa 10

Molina Seca – Caminho de Santiago Etapa 10

Diz-se que a imperatriz Dona Urraca que teve papel muito importante na história do século nono também viveu aqui.

No verão, o rio é represado para a natação. A principal rua correndo para cima do rio, está repleta de pequenas lojas e restaurantes, cafés. Esta cidade é realmente uma graça. Uma das atrações de cidades é a Igreja de San Nicolás.

Veja também o Cruzeiro da cidade, sua ponte com arcos romanicos e o Santuario de las Angustias. Antes de chegarmos em Ponferrada passamos rapidamente pela cidade de Campo e seguimos em frente. Fomos pedalando até começarmos a entrar na cidade.

Caminho de Santiago etapa 10

Entrada de Ponferrada – Caminho de Santiago Etapa 10

O nome Ponferrada foi dado à cidade depois de uma ponte de ferro (pons ferrata em latim) foi construída sobre o rio Sil em 1082, encomendado pelo bispo de Astorga. Isto foi possível em um período tão cedo, devido ao fato de que a região rica em vários minerais, incluindo ferro e ouro. (Ela tinha sido centros de mineração, mesmo nos dias do Império Romano. Algumas das minas romanas ainda são visíveis.)

Um pouco de história de Ponferrada: Em 1178, o rei Fernando II de Leão doou à cidade para a Ordem dos Templários para proteger os peregrinos do Caminho. O Castelo dos Templários foi construído no século 13.

No século 20, o desenvolvimento de Ponferrada foi centrado em torno de mineração de carvão, até a década de 1990, quando a maioria das minas foram fechadas.

Castillo de los Templarios foi construído no século 13 pertenceu à Ordem dos Cavaleiros Templários. A principal tarefa da ordem era proteger os peregrinos que passam através da área de El Bierzo. Segundo a lenda, os Templários estavam com necessidade de madeira, enquanto a construção do castelo. Quando eles estavam prestes a cortar uma árvore de carvalho em particular, ele partiu em dois, revelando um nicho escondendo a estátua da Virgem Maria e o Menino Jesus. Hoje a estátua pode ser vista dentro da Basílica de la Encina.

Caminho de Santiago etapa 10

Castelo de Ponferrada – Caminho de Santiago Etapa 10

Caminho de Santiago etapa 10

Castelo de Ponferrada – Caminho de Santiago Etapa 10

Caminho de Santiago etapa 10

Castelo de Ponferrada – Caminho de Etapa 10

A cada ano, sob a luz da primeira lua cheia do verão, há um festival medieval chamado Noche Templaria (‘noite dos Templários’) quando os moradores se vestem com trajes medievais, e uma feira medieval e as festividades são realizadas.

Basílica de la Encina: A Virgen de la Encina é a padroeira da região de El Bierzo. Originalmente, a basílica foi construída no final do século 12, mas desde então tem sofrido várias alterações.

Torre del Reloj: A Torre do Relógio é um dos edifícios mais emblemáticos da cidade. Ele encabeça a antiga porta da cidade, através do qual você entra na Plaza del Ayuntamiento.

Como estava acontecendo o Mundial de Ciclismo em Ponferrada, ficamos um tempo maior na cidade. Adoramos o Castello. na compra do Ticket lhe dá o direito de visitar também o Museu. Este castelo está em ótimas condições e muito bem estruturado. Vale a pena a visita.

Caminho de Santiago etapa 10

Mundial de ciclismo em Ponferrada – Caminho de Santiago Etapa 10

Fizemos um lanche, assistimos algumas competições ( no dia que passamos estava acontecendo o contra relógio feminino) e seguimos em frente.

Caminho de Santiago etapa 10

Castelo de Ponferrada – Caminho de Santiago Etapa 10

Caminho de Santiago etapa 10

Castelo de Ponferrada – Caminho de Santiago Etapa 10

Caminho de Santiago etapa 10

Castelo de Ponferrada – Caminho de Santiago Etapa 10

Iniciando o Caminho em Ponferrada:

Ponferrada tem conexão ferroviária de Madrid (diretamente do aeroporto de Barajas) e Vigo. Você também pode pegar um ônibus direto de León.

A credencial pode ser obtida no albergue, e em várias igrejas da cidade.

Passamos por Columbrianos e pouco antes de entrarmos Fuentes Nuevas passamos pela ermida do Cristo Divino. Continuando o nosso caminho no centro da vila, passamos pela igreja Paroquial de Fuentes Nuevas.

Na aldeia de Camponaraya pode ser vista a Iglesia de San Juan Magaz de Abajo e a Iglesia de San Ildefonso.

Caminho de Santiago etapa 10

A caminho de Cacabelos – Caminho de Santiago Etapa 10

Chegamos à Cacabelos que está localizada no centro de Bierzo. Esta área é amplamente conhecida pela qualidade de seu vinho branco.

Um pouco de história de Cacabelos: O primeiro assentamento foi fundado pelo rei Alfonso IX, no século 10. Depois de um terremoto devastador, a cidade foi reconstruída no século 12.

O Caminho Santiago entra Cacabelos do Oriente passando pela Ermida de São Roque e, posteriormente, a igreja de Santa Maria.

Caminho de Santiago etapa 10

Cacabelos – Caminho de Santiago Etapa 10

Continuando nosso caminho através da cidade chegamos à ponte sobre o rio Cúa, que você pode dar um mergulho refrescante. Não o fizemos! Perto da ponte você pode ver o bonito edifício renovado de um antigo moinho com a imprensa verde-oliva na frente.

Outra atração de Cacabelos é o Santuário de la Quinta Angustia. Veja também o Monasterio de San Salvador de Carracedo

Passamos por Pieros e rapidamente já estávamos em Villafranca del Bierzo. Uma subida não muito desgastante e depois uma descida agradável que vai dando entrada à cidade. Procuramos o albergue municipal e gostaríamos de ver a atração que ” jato” sempre apresentava nas noites do albergue.

Villafaranca del Bierzo é um lugar de boa comida e bom vinho, mas acima de tudo, tem uma das vistas mais pitoresca de todas as cidades do Caminho. Como estamos seguindo o caminho descendente na chegada, podemos ver a beleza das montanhas circundantes altas eo rio correndo lá embaixo.

Já imediatamente procuramos o albergue municipal. Gostaríamos de ficar lá pois já estávamos esperando conhecer o ritual de Jesus Jato, uma figura do albergue que faz todas as noites o ritual templário.

Caminho de Santiago etapa 10

Albergue Municipal de Villafranca – Caminho de Santiago Etapa 10

Uma certa vez, esta cidade tinha oito mosteiros e seis hospedarias para os peregrinos, sendo um ponto com logística para facilitar a subida na encosta íngreme de O Cebreiro.

Um pouco de história de Villafranca: Foi Alfonso VI, que ordenou Franks para estabelecer a área. Este é o lugar onde o seu nome se origina.

Além de sua bela paisagem, Villafaranca del Bierzo tem diversas atrações para se encantar. Um deles é a igreja de Santiago com a “Porta do Perdão” (O Portão do Perdão). Diz-se que se você estiver muito fraco ou doente para continuar sua peregrinação, caminhando por estas portas você vai ter a indulgência semelhante aos que andam todo o Camino.

Como um guarda que observa a cidade, no topo da montanha mais alta, você pode ver o Castillo de los Marqueses de Villafarnca, que foi construído no século 16 e é agora é uma propriedade privada.

Caminho de Santiago etapa 10

Castelo de Villafranca – Caminho de Santiago Etapa 10

Caminho de Santiago etapa 10

Castelo de Villafranca – Caminho de Santiago Etapa 10

Igreja de San Nicolás: Foi construído no século 17 como uma colagem da Companhia de Jesus pelos jesuítas, para aqueles que queriam aprender e seguir a vida religiosa.

Curch de Santiago: Construído no século 12, a tarefa mais importante da igreja era para cuidar de peregrinos doentes, que não eram fortes o suficiente para chegar a Santiago de Compostela.

Calle del Agua: Foi a área mais movimentada e mais conhecido para os peregrinos nos tempos medievais em Villafranca del Bierzo. A rua está cheia de belas casas cidade barroca de comerciantes e artesãos.

Crédito das fotos Caminho de Santiago etapa 10: Antonio Romulo Jr., Daniel Diniz, Christiane Martins, Rafael Eudes e Henrique Imbertti

Veja galeria completa do Caminho de Santiago etapa 10 aqui abaixo:

Reserve seu hotel com a gente, vai!

Nosso blog tem parceria com a Booking.com. Uma reserva através do blog ajuda a mantê-lo pois ganhamos uma pequena comissão. O preço NÃO altera em absolutamente nada e você pode contar com a qualidade Booking.com em suas reservas. Com cancelamento GRÁTIS! É muito simples e seguro.

Clique em :

Booking.com – Hotéis em Ponferrada  pela Booking.com

Booking.com – Hotéis em qualquer lugar do Mundo

Venha pra nossa Rede:

Facebook   Google+   Instagram     Pinterest   Twitter

Veja tudo sobre o Caminho de Santiago:

Caminho-01

Clique e veja nossos posts

Caminho-02

Clique e veja nossos posts

Caminho-03

Clique e veja nossos posts

Sobre o autor

Antonio JR

Sou um amante da natureza e de esportes outdoor. Corredor de montanha, sou um aficionado por trilhas e terrenos acidentados. Tenho um carinho por tudo que envolve arte e a música é outra atividade que me libera endorfina. Um apaixonado pelo mundo, acredito no poder transformador de cada viagem e com elas adquiro vivência e experiência para minha vida.

3 Comentários

    • Nossa Tati. O tempo está cada vez mais escasso por aqui, Já era inclusive para eu ter terminado as etapas. Mas esta semana serão finalizados e pode dar um jeitinho de me acompanhar, viu! beijinho e obrigado pelo comentário! 😉

    • Nossa Tati. O tempo está cada vez mais escasso por aqui, Já era inclusive para eu ter terminado as etapas. Mas esta semana serão finalizados e pode dar um jeitinho de me acompanhar, viu! beijinho e obrigado pelo comentário! 😉
      Ahhh este aqui agora com fotos viu? hehe

Deixe um comentário

--