Caminho de Santiago Etapas

Caminho de Santiago Etapa 7 Hontanas à Sahágun

Caminho de Santiago etapa 7
Escrito por Antonio JR

Caminho de Santiago etapa 7Caminho de Santiago Etapa 7

Caminho de Santiago Etapa 7 – Hontanas / San Antón (6.1km) / Castrojéris (2.7km) / Itero del Castillo (11.2km) / Puente Fitero (1km) / Itero de la Vega (1.4km) / Boadilla del Camino (8.9km) / Frómista (6.6km) / Problación de Campos (4km) / Revenga de Campos (4.1km) / Villarmentero de Campos (1.9km) / Villalcázar de Sirga (4.2km) / Carrión de Los Condes (5.6km) / Calzadilla de La Cueza (17.2km) / Ledigos (6.8km) / Terradillo de los Templarios (3.5km) / Moratinos (3.1km) / San Nicolás de Real Camino (2.1km) / Sahagún (6.9km)

Total da etapa: 97,3km – Restam 384,7km

Na saída de Hontanas, por volta das 8 horas da manhã com um clima super agradável, fomos diretamente para um lugar mágico e maravilhoso: as ruínas do antigo convento de San Antón do século XIV. O caminho passa por baixo de seus arcos, e depois entra na cidade Castrojeriz. Paramos para admirar tamanha beleza. Essa é uma área de beleza singular e não deixe de parar sua caminhada e apreciar. Há nele um alojamento de poucas camas, mantido pela Associação. Se preferir, tente pernoitar nesse convento. Veja a entrada do Convento de San Antón.

Caminho de Santiago etapa 7

Convento de San Antón – Caminho de Santiago Etapa 7

Logo após cruzarmos o convento, já entramos em Castrojéris. Por ser uma cidade repleta de pontos turísticos, sugiro que seja uma ótima ideia programá-la como cidade de parada. É uma cidade com uma estrutura muito boa. Dormiríamos ali de acordo com nosso primeiro plano. Em Planejamento Caminho de Santiago – Planejando detalhes estão nossos dois itinerários. O planejado inicialmente e o executado com as mudanças. Clique aqui.

Caminho de Santiago etapa 7

Um pouco de história sobre Castrojéris: Foi Alfonso VII que, após uma série de batalhas, aproveitou a aldeia para construir o Castelo em 1131 e a cidade começou a tomar forma em torno do castelo. Hospitais, hotéis e igrejas foram construídos, e até hoje podem ser visitados

São eles:

Casa de los Gutierrez Barona: Em 1521, e durante a época de prosperidade dos Reis Católicos, o Conselho Geral de Castela montou sua residência na cidade. Um dos poucos edifícios nobres restante é a casa da família Barona Gutierrez construído no final do século XVI.

Palacio de los Condes de Castro: Fora dos muros de Castrojeriz, a igreja foi construída em 1214 ordenada por Berengária, o Grande, pela rainha de Castela e Leon.

O Castelo (El Castillo): No topo da colina, encontramos as ruínas do monumento mais antigo da cidade, construído em estilo romano, mais tarde reconstruído pelos visigodos.

Caminho de Santiago etapa 7

Vista do Castelo de Castrojéris – Caminho de Santiago Etapa 7

Convento de Santa Clara: Foi fundado pelo rei Afonso, o Sábio, em 1264. Hoje ainda é habitada pelas Clarissas.

Iglesia de Santo Domingo: A igreja pode ser encontrada na rua principal de Castrojeriz. Um de seus mais belos detalhes é o seu portal gótico do século XVI.

La Colegiata de Nuestra Señora del Manzano: Uma igreja de estilo românico do século XVIII.

Iglesia de San Juan: Construída entre os séculos 13 e 16 a igreja de San Juan tem a aparência de um belo castelo.

Após Castrojéris, pedalamos por um tempo sem dificuldades, e chegamos a um trecho mais desgastante. Uma subida com aumento de nível em aproximadamente 150 metros. Fatigante, apesar de já estarmos acostumados com dificuldades maiores. No alto, um parador e uma vista fantástica! Dê as costas para a continuação do caminho. A vista do que fica para trás nesses últimos quilômetros é de arrepiar!

Caminho de Santiago etapa 7

Vista de Castrojéris

Caminho de Santiago etapa 7

Comemorando o fim de mais uma subida! – Caminho de Santiago Etapa 7

Caminho de Santiago etapa 7

Caminho – Caminho de Santiago Etapa 7

Caminho de Santiago etapa 7

A vista linda e a “magrela” – Caminho de Santiago Etapa 7

Caminho de Santiago etapa 7

Vista aérea – Caminho de Santiago Etapa 7

Disponibilizo muitas fotos desse ponto da etapa. Afinal de contas, vale à pena, é demais!

Caminho de Santiago etapa 7

A ” tchurrmmmaa” – Caminho de Santiago Etapa 7

O que vem pela frente também não fica para trás. Seguindo viagem passamos por Itero del Castillo, Puente Fitero e Itero de La Vega. Essa é a primeira cidade ao longo do Camino, na província de Palencia.

Pouco antes de entrar na cidade, você pode dar uma olhada na Hermitage de La Piedad do século XIII, onde uma bela estátua de um peregrino pode ser vista. De acordo com os cidadãos do lugar, um hospital também existia ali, porém, mais tarde foi usado como um silo. Também pode ser visitada a Igreja de San Pedro que é datada do século XVI.

Seguindo caminho já avistamos Boadilla del Camino. Uma cidade bem estruturada. Os peregrinos têm acesso a ela pelo leste, onde são recepcionados por uma espetacular fonte de roda metálica.

Daí adiante não há aclives consideráveis e nenhuma paisagem se repete. Isso pode tornar a passagem nesse trecho um pouco desgastante. Recomendamos levar alimento e água, pois não se vê muita opção nesse intervalo.

Em Frómista, antes de entrar no centro, a primeira coisa com que você se depara é com a Ermida de Santiago, também chamada de “Otero”. A igreja de San Martín de Frómista, pertencente ao mosteiro homônimo, é sem dúvida uma das mais belas e mais importantes edificações de estilo românico europeu.

Em frente ao monumento de San Telmo, padroeiro dos navegantes, que nasceu nessa cidade, você pode ver a igreja paroquial de São Pedro construída a partir do século XV.

Veja também a fortaleza de Santa María del Castillo (Pequena igreja de estilo gótico tardio localizada no ponto mais alto da povoação).

Após a cidade de Frómista, passamos por Problación de Campos e vimos a pequena Ermida de São Miguel do século XIII. Ao lado da estrada, como indicação da entrada da cidade, fica a Igreja Paroquial de Santa Maria Magdalena, possuindo um estilo clássico barroco, está localizada na parte mais alta da cidade. Antes de atravessar a ponte do séc. XII sobre o rio Ucieza, avista-se a Ermida de Nossa Senhora do Perpetuo Socorro. É quando se tem a impressão de ouvir um adeus aos peregrinos, bem na saída da cidade.

Continuamos prosseguindo. Passamos por Revenga de Campos, Villarmentero de Campos e Villalcázar de Sirga que por muito tempo pertenceu à Ordem dos Templários.

A vila tem uma igreja templaria impressionante, a Igreja de Santa Maria la Blanca. É um templo de estilo românico com torres e varandas majestosas, de riqueza excepcional.

Diversos milagres são atribuídos à Virgem Branca de Villasirga. Rei Alfonso X atribuiu quatorze milagres à Santa e os recitou em suas cantigas. Um desses fenômenos milagrosos foi a suposta cura de um peregrino alemão paralítico. A Câmara Municipal está localizada em um edifício do palácio do séc. XIIX, onde acredita-se que tenha uma passagem secreta para a Igreja.

Caminho de Santiago etapa 7

Chegando em Carrion de Los Condes – Caminho de Santiago Etapa 7

Chegamos a Carrión de los Condes, que no século XII, a cidade contava 14.000 habitantes, 12 paróquias e um grande número de refúgios para peregrinos. A cidade é muito bacana e um pouco diferente das demais que encontramos neste trecho. Entrando em Carrión os peregrinos são recebidos pelos edifícios da Ermida da Misericórdia e do Convento de Santa Clara, recentemente restaurado.

Caminho de Santiago etapa 7

Das seis igrejas que ainda estão prestando serviços, a de Santa María del Camino e a Igreja de Santiago são os mais proeminentes. Nesta simpática praça, fizemos pausa para ‘dronar’.

Caminho de Santiago etapa 7

Carrion de Los Condes – Caminho de Santiago Etapa 7

Depois de sair da cidade e atravessar o rio, você passa pelo Mosteiro de San Zoilo, o seu claustro de magnífico estilo renascentista é muito cuidadosamente restaurado.

Caminho de Santiago etapa 7

Praça central de Carrion de Los Condes – Caminho de Santiago Etapa 7

Calzadilla de La Cueza foi a próxima cidade. O nome vem da Route Aquitânia, que passou por essa localidade muito antes de o Caminho de Santiago. Logo após deixar Calzadilla você pode ver as ruínas de um grande hospital, e o Mosteiro da Ordem de Santiago, conhecido como Mosteiro de las Tiendas. Escavações de uma importante povoação romana foram iniciadas nessa cidade.

Um retábulo do século XVI originou-se do mosteiro de Santa Maria de las Tiendas, e mantido na igreja paroquial.

A aldeia de Ledigos está localizada a partir de 54 km da capital. Doña Urraca, a Imperatriz de Leão e Castela, doou essa cidade para a Igreja de Compostela no século IX. Nessa aldeia, veja a Paroquia de Apóstolo Santiago.

Terradillo de los templarios como o próprio nome diz, foi o território jurisdição da Ordem dos Templários.

Passamos por Moratinos e San Nicolas de real camino. Esta é a última aldeia da província de Palencia.

No século 12 XII, perto do atual cemitério, havia um hospital de peregrinos, que mais tarde tornou-se um hospital de leprosos.

Logo após deixar o assentamento, passando pela Igreja de San Nicolás, as primeiras casas de Sahagún podem ser vistas. (Província de León).

Pouco antes de entrar em Sahagún, os peregrinos passam a Ermida da Virgen del Puente. Sahagún é conhecida como a “capital românica dos pobres” por ter sido construída de mudbrick ao invés de pedra.  A cidade leva o nome de São Facundus (San Fagundo ou San Fagun em espanhol). Chegamos a Sahagún já um pouco tarde.

Caminho de Santiago etapa 7

Ermida da Virgen del Puente – Caminho de Santiago Etapa 7

Foi o mosteiro beneditino de San Benito, que trouxe vida a essa cidade. Foi destruído e reconstruído várias vezes, quando finalmente Alfonso III, o Grande, povoou o mosteiro com monges de Córdoba, escapando da invasão árabe. Rei Alfonso VI cedeu os privilégios do mosteiro e isso causou grande impacto sobre o desenvolvimento da cidade.

Caminho de Santiago etapa 7

Ermida da Virgen del Puente – Caminho de Santiago Etapa 7

Sahagún detém numerosos exemplos de riqueza e desenvolvimento daquela época: as igrejas de San Tirso (século XII) e San Lorenzo (século XIII), tanto de estilo românico-mudéjar; quanto de estilo neoclássico do Trinidad (do século XVI) e de San Juan de Sahagún (século XVII), juntamente com o santuário da Virgem Peregrina (antigo convento franciscano) e o museu das monjas beneditinas.

Peregrinos deixam a travessia da cidade por uma ponte de pedra chamada Puente del Canto (“ponte de canções ‘) sobre o rio Cea, construída em 1085 por ordem de D. Alfonso.

O que ver em Sahágun:

Iglesia de San Tirso: Foi construída no século XII, a primeira na linha de várias outras igrejas construídas no estilo característico estilo românico-mudéjar da cidade. Uma das características do estilo mudéjar Sahagún é a torre retangular dividido em 3 níveis, elevando-se acima da seção reta da abside central.

Monastério Real de San Benito: A construção do mosteiro começou por volta de 900 sob comando de Alfonso III, no local de um edifício menor existente. Foi Alfonso IV, no entanto, que decidiu proferir seu juramento real no mosteiro, que atraiu um grande número de monges de Cluny para Sahagún.

Puente del Canto: Durante séculos, a Ponte dos Cânticos foi a única passagem para Sahagún sobre o rio Cea. Muitas tropas militares marcharam sobre ela desde os tempos romanos.

Caminho de Santiago etapa 7

Albergue em Sahagún – Caminho de Santiago Etapa 7

Caminho de Santiago etapa 7

Vista aérea do Albergue de Sahagún – Caminho de Santiago Etapa 7

 

Crédito das fotos Caminho de Santiago etapa 7: Antonio Romulo Jr., Daniel Diniz, Christiane Martins, Rafael Eudes e Henrique Imbertti

Veja galeria completa do Caminho de Santiago etapa 7 aqui abaixo:

 

Reserve seu hotel com a gente, vai!

Nosso blog tem parceria com a Booking.com. Uma reserva através do blog ajuda a mantê-lo pois ganhamos uma pequena comissão. O preço NÃO altera em absolutamente nada e você pode contar com a qualidade Booking.com em suas reservas. Com cancelamento GRÁTIS! É muito simples e seguro.

Clique em :

Booking.com – Hoteis em Sahágun  pela Booking.com

Booking.com – Hotéis em qualquer lugar do Mundo

Venha pra nossa Rede:

Facebook   Google+   Instagram     Pinterest   Twitter

Veja tudo sobre o Caminho de Santiago:

Caminho-01

Clique e veja nossos posts

Caminho-02

Clique e veja nossos posts

Caminho-03

Clique e veja nossos posts

Sobre o autor

Antonio JR

Sou um amante da natureza e de esportes outdoor. Corredor de montanha, sou um aficionado por trilhas e terrenos acidentados. Tenho um carinho por tudo que envolve arte e a música é outra atividade que me libera endorfina. Um apaixonado pelo mundo, acredito no poder transformador de cada viagem e com elas adquiro vivência e experiência para minha vida.

Deixe um comentário

--