Caminho de Santiago Etapas

Caminho de Santiago – Etapa 2 Roncesvalles à Pamplona

Escrito por Antonio JR

Caminho de Santiago – Etapa 2 Roncesvalles a Pamplona

Caminho de Santiago Etapa 2 – Roncesvalles / Burguete (2.9km) / Espinal (3.3km) / Viscaret (5.1km) / Zubiri (9.5km) / Larrasoaña (4.6km) / Trinidad de Arre (8.5km) / Pamplona (7.1km)

Total da etapa: 41,0km – Restam: 752,5km

Albergue de Peregrino Municipal em Roncesvalles: 5 Euros – Real Colegiata de Santa Maria de Roncesvalles.

Menu Peregrino: 9 Euros – Casa Sabina Hosteria

Caminho de Santiago etapa 2

Entrada / Saída de Roncesvalles

Acordamos bem cedo com a movimentação dos peregrinos no alojamento. Eles começam cedo a se movimentar entre as camas mas sempre respeitando e usando a boa prática de um peregrino. Não tive nenhum problema com isso.

Foto padrão Roncesvalles

Na Espanha, mais precisamente no Caminho de Santiago, esta época do ano (setembro) o dia começa a dar as boas vindas aproximadamente as 8h da manhã. Sendo um bicigrino, não vejo motivo pra sair antes disso. Talvez umas sete e trinta se o seu programa aponta muitos kilometros ou alto grau de dificuldade.

Acordamos e fomos tomar nosso café da manhã. Lembrando que o albergue não oferece. Roncesvalles possui somente três bar para se tomar o café. São 3 euros pelo desayuno.

A beleza dos lugares que passamos continua enchendo os olhos. As placas de sinalização mostram os nomes das cidades em espanhol e também em euskera que é a língua basca. A excelente conservação dos pequenos pueblos navarros deixam tudo mais belo ainda.

Logo passamos por Burguete e depois Espinal. Segundo o escritor Ernest Hemingway, Premio Nobel de Literatura, escreveu a sua experiência de ter passado um tempo nesta região em The Sun Also Rises, segundo ele, estas cidades se encontram em uma região deslumbrante do Pirineus  e este lugar o inspirou a escrever alguns de seus livros. Em Espinal, as casas possuem decoração com brasões familiares e armas. Achei o máximo!

Caminho de Santiago etapa 2

Burguete

Caminho de Santiago etapa 2

Detalhes das construções

Após 5 km passamos por Viscaret, a caminho de Zubiri. Zubiri significa: “aldeia da ponte” em basco. É a principal cidade do Vale do Esteribar e ainda mantem conservada com algumas características do século 18 apesar de ter sofrido intervenções recentes. Esta ponte ao qual o nome da cidade se refere é a primeira grande ponte com características medievais que passamos no caminho. É claro que paramos para espiar. De baixo e principalmente de cima. Da-lhe drone!

É importante sempre o bom relacionamento com os moradores da região. Por isso respeite sempre a sinalização e nunca incomode os animais que encontrar pelo caminho.

Após Larrasoaña, passamos por Zabaldika. Pouquíssimas casas com características dos séculos 17 e 18 e uma igreja, Igreja de Santo Estebam, datada do século 13. Nesta igreja é possível subir à torre do sino. é uma visita à igreja orientada pelas irmãs que ali moram. Em Trinidad de Arre, um pequeno povoado nos arredores de Villava. Sinceramente não comi nenhuma tortilla igual em todos os lugares que passamos pelo Caminho de Santiago. Recomendo e o bar fica em frente a igreja da cidade. Uma prática que comecei neste dia foi acrescentar minha “dose” de chop diário. Acompanhado desta tortilla, foi sensacional!

Caminho de Santiago etapa 2

Trinidad de Arre

É uma etapa com características de tobogã e chamada pelos espanhóis de “rompepiernas“, quebra-pernas na tradução literal da palavra. Este traçado possui um grau elevado de dificuldade técnica. Na parte final após a descida do Alto do Erro é recomendável ter cuidado e em em caso de chuva seguir pela carretera.

As marcações do caminho nesta etapa mudam um pouco. Os peregrinos passam, antes de chegar ao centro de Pamplona, por várias avenidas e ruas e o lugar movimentado requer que os peregrinos tenham maior cuidado. É interessante ver a movimentação em um grande centro. Pessoas que nada tem a ver com o caminho, indo e vindo. Trabalhando, estudando, saindo às compras ou seja, uma vida normal de um grande centro espanhol. Sobre as marcações elas ficam constantemente na calçada e são de metal em formato de círculo. Sem nenhuma dificuldade de identificação.

Após um dia complicado pois o corpo ainda não tinha se acostumado com tantas horas de pedal além de ser uma etapa com maior grau de dificuldade, chegamos em Pamplona. Em cidades grandes, apesar do número de albergues ser maior, há uma maior possibilidade de não se encontrar vagas. Estávamos em cinco e optamos por repetir o albergue que ficamos quando passamos por Pamplona indo a Saint Jean. Não tinha vagas para todos.

Neste momento procuramos o albergue Municipal João e Maria. Dia (noite) de sorte pois ainda haviam camas. Ficamos no andar superior onde haviam 62 camas com uma pequena divisória de seis em seis. Este Albergue conta com 114 camas em dois andares. Tem uma área de computadores, tem cozinha equipada e também uma lavanderia com espaço externo para aqueles que não desejarem pagar para secarem suas roupas em Máquinas. É uma excelente opção com custo baixo, 5 Euros. Desde então, nossa primeira opção seria sempre a de albergues peregrinos municipais que estão espalhado em muitas cidades do Caminho de Santiago.

Caminho de Santiago etapa 2

Albergue Municipal de Peregrinos João e Maria

Pamplona, sendo uma cidade de fronteira também é murada. É a primeira grande cidade do caminho Francês. É a capital da comunidade autônoma de Navarra, e costumava ser a capital do antigo Reino de Navarra. Uma bela cidade fortificada. Famosa pela data de São Firmino, data onde as pessoas correm dos touros que são soltos nas ruas do centro histórico. Esta festa acontece entre os dias 6 e 14 de julho

Caminho de Santiago etapa 2

Muralha de Pamplona

Caminho de Santiago etapa 2

Placas indicativas em Pamplona. A do Caminho estava lá.

Caminho de Santiago etapa 2

Portal de Pamplona

Caminho de Santiago etapa 2

Ruas de Pamplona

Caminho de Santiago etapa 2

Albergue Peregrino

Um pouco de história sobre Pamplona:

O general romano Pompeu é considerado o fundador da cidade Pompaelo, em homenagem a si mesmo, em 75 aC, o que mais tarde, em espanhol moderno, tornou-se Pamplona (Iruña significa ‘cidade’ em basco). Entre os séculos 4 e 9, a cidade foi ocupada por visigodos e depois os mouros. Em 778, embora a cidade tinha se colocado sob a proteção de Carlos Magno, ele destruiu os muros da cidade. Os bascos vingou-se este na Batalha de Roncesvalles.

O Reino de Pamplona (mais tarde Reino de Navarra) foi fundada em 824, mas depois a parte sul da que foi conquistada por Castela em 1513 Pamplona se tornou um dos postos avançados na fronteira francesa. Por isso, a forma de estrela-forte ocupa um lugar tão importante no centro da cidade. Durante séculos, impediu o crescimento da cidade, e foi só em 1915 que algumas das suas paredes foram demolidas para fornecer espaço para o desenvolvimento urbano.

Para quem está fazendo o caminho, algumas opções do que ver em Pamplona:

Catedral de Santa María la Real: A catedral gótica francesa foi construído nos séculos 14 e 15, sobre as ruínas de uma catedral românica anterior. No século 18, foi adicionada uma fachada neoclássica. A torre norte detém o maior sino ainda em uso na Espanha, chamada Maria e pesando mais de dez toneladas.

Os reis de Navarra eram coroados aqui, e alguns deles também enterrado. O sepulcro de Charles III. ‘Nobre’ e ??sua esposa Eleanor de Castela, marcada por esculturas de alabastro, ocupa uma posição de destaque na nave principal.

Iglesia de San Cernin: A igreja de San Cernin (San Saturnino), construído no século 13, possivelmente, sobre as ruínas de um templo romano dedicado a Diana, desempenhou um papel defensivo importante no momento em que a cidade de San Cernin, habitado por imigrantes franceses, era praticamente em um estado de guerra contra os outros dois bairros. O ‘Gallico de San Cernin’, um cata-vento em forma de galo no topo da torre principal, é um dos símbolos mais populares da cidade.

São Firmino: O festival, realizado entre os dias 6 e 14 de Julho de cada ano, celebra San Fermín, padroeiro de Pamplona. Também é descrita por Ernest Hemingway em seu romance, The Sun Also Rises. Talvez a parte mais famosa é o encierro, o touro de corrida, que é um evento repetido diariamente. Todas as manhãs (a partir da 7) às 8 da manhã um foguete (o chupinazo ou txupinazo) é baleado fora da torre da Iglesia de San Cernin, e os touros são executados através de uma série de ruas estreitas da cidade velha que leva à praça de touros , um traço 849 metros (não é preciso mais do que três minutos). Correndo diante deles estão milhares de corredores vestindo branco com lenços vermelhos, muitos deles levando jornais enrolados para fazer um sucesso ocasional em touros.

Se você está visitando Pamplona entre 6 e 14 de julho, você pode obter mais informações no site oficial das festas.

Castelo e Fortaleza: Construído entre 1571 e 1645, depois da conquista castelhana, a área é hoje o pulmão verde de Pamplona.

Parque de la Taconera: Pamplona tem muitos parques e áreas verdes, o mais antigo e indiscutivelmente o mais bonito deles é o Parque Taconera, criado em torno 1830 É um parque romântico, com passagens largas, esculturas e um pequeno recinto zoológico.Iniciando o Camino em Pamplona

Você tem a possibilidade de começar o Caminho em Pamplona: Na verdade, um monte de peregrinos opta por fazê-lo. É muito fácil chegar a Pamplona por trens regulares de Madrid, Barcelona, León, Oviedo etc Uma vez que você está em Pamplona, não se esqueça de obter sua credencial de peregrino em qualquer albergue ou igreja.

Custo do Albergue Peregrino em Pamplona: 5 Euros – Albergue João e Maria

Custo do Prato Peregrino em Pamplona: Não comemos

 Veja o vídeo da etapa 2: O Caminho de Santigo de Compostela (PARTE 2)

Veja galeria completa do Caminho de Santiago etapa 2:

Reserve seu hotel com a gente, vai!

Banner Booking horizontal 810x100Nosso blog tem parceria com a Booking.com. Uma reserva através do blog ajuda a mantê-lo pois ganhamos uma pequena comissão. O preço NÃO altera em absolutamente nada e você pode contar com a qualidade Booking.com em suas reservas. Com cancelamento GRÁTIS! É muito simples e seguro.

Clique em :

Booking.com – Hotéis em Pamplona  pela Booking.com

Booking.com – Hotéis em qualquer lugar do Mundo

Venha pra nossa Rede:

Facebook   Google+   Instagram     Pinterest   Twitter

Veja tudo sobre o Caminho de Santiago:

Caminho-01

Clique e veja nossos posts

Caminho-02

Clique e veja nossos posts

Caminho-03

Clique e veja nossos posts

Sobre o autor

Antonio JR

Sou um amante da natureza e de esportes outdoor. Corredor de montanha, sou um aficionado por trilhas e terrenos acidentados. Tenho um carinho por tudo que envolve arte e a música é outra atividade que me libera endorfina. Um apaixonado pelo mundo, acredito no poder transformador de cada viagem e com elas adquiro vivência e experiência para minha vida.

Deixe um comentário

--