Dicas Filosofia de Viagem

Como Viajar ? Agência ou seu próprio roteiro?

Como viajar
Escrito por Antonio JR

Como viajar ? Agência ou seu  próprio roteiro?

Essa é uma dúvida comum entre as pessoas que conheço e acredito que seja também, da grande maioria que pretende começar a viajar. Como Viajar? Agência ou seu próprio roteiro? Assim sendo, resolvi escrever sobre o tema. Só neste final de semana respondi duas vezes a mesma pergunta. Eram pessoas não tão próximas, mas que talvez por conhecerem meu blog, quiseram minha opinião a respeito.

Acredito que duas coisas devam ser bem consideradas quando falamos sobre tal assunto. O conhecimento das ferramentas disponíveis na internet e no mercado e a disposição e vontade para utilizá-las. Essas duas características já traçam o primeiro perfil do viajante.

Cada pessoa possui uma característica diferente. Existem aqueles que querem desbravar, buscar e aprender a fazer melhor a cada vez que o faz. Outros são mais acomodados ou não possuem tempo disponível e preferem que as coisas cheguem das formas mais simples e objetivas possíveis.

Como viajar

Como viajar ?

 

Os brasileiros passaram a viajar mais nos últimos 20 anos. Antigamente, o formato de “pacotes de viagens” era muito comum. Para os viajantes, por ser intrínseco do mercado de turismo, a garantia de sucesso de compra, adquirir um pacote era a melhor opção. Não se tinha muitas informações sobre os destinos, hotéis, atrações, passagens aéreas, de trem ou ônibus como as disponíveis atualmente. As empresas ou agentes de viagens que montavam esses pacotes, eram detentores do conhecimento e teoricamente sabiam o que estavam vendendo. Para os viajantes compradores, se quisessem saber mais, teriam que recorrer aos guias impressos que quase sempre estavam desatualizados.

A história mudou bastante de lá pra cá e hoje as informações estão dissipadas e disponíveis de maneira rápida e prática, graças, principalmente, aos avanços da internet. Pipocaram blogs de viagens, aplicativos para tablets ou smartfones, sites de vendas de todos os serviços que envolvem o trade turístico. As empresas não perderam tempo e evoluíram à medida que a internet foi evoluindo também. Temos sites de vendas de passagens aéreas, reservas de hotéis, sites de seguros, que fazem avaliações das atrações e ainda sites que fazem comparações de preços. Magnífico, não?

Como viajar

Como Viajar ?

Sim, para mim e para muitos que estão lendo esse post. A internet facilitou as nossas vidas e com ela conseguimos pesquisar tudo que precisamos para montar nosso roteiro. Dá trabalho? Muito, mas em contrapartida começamos a viajar antes mesmo de sairmos de casa. Temos que dedicar muito tempo às pesquisas? Sim, não tem como preparar seu roteiro sem dedicação e isso meu amigo (a) gasta-se tempo. Você vai se sentir perdido no início? Claro, mas acredito que seja melhor se perder por aqui do que se perder por lá, não é mesmo?

Veja estes posts de como viajar:

10 coisas que aprendi quando viajei sozinho

Planejamento de viagens. O seu parceiro

Apesar da minha preferência por montar meu próprio roteiro, não quero colocar uma opção como melhor que a outra. São diferentes. Eu curto ter as rédeas da viagem, em minhas mãos, curto ter o trabalho de pesquisar sobre o destino e organizar os meus dias, adoro vivenciar o que será visto quando eu pisar no destino escolhido. Simplesmente é o meu perfil de viajante, que adora o que faz e que por isso escreve aqui nesse blog para vocês.

De qualquer forma, ambas possuem alguns pontos fortes e fracos, vantagens e desvantagens e vou tentar elencá-los, sem preconceito.

– Pacotes:

Vantagens:

* Você não tem quase nenhum trabalho na preparação da sua viagem;

* A viagem vem em uma única fatura e ter situações interessantes de parcelamentos;

* Para viagens internacionais, a falta de confiança com o idioma pode fazer com que sair com tudo pronto do Brasil seja interessante;

Desvantagens:

*Você tem sua viagem engessada pelo o que todos estão fazendo e determinada inteiramente pela Agência;

* Você tem poucas possibilidades de hotéis;

* Como tudo é feito no baixo custo, seus voos podem ter mais escalas e horários ruins;

– Montar seu próprio roteiro:

Vantagem:

* Você tem total controle de tudo na viagem (hotéis, horários de voos, roteiros e destinos);

* Talvez seja interessante mudar alguma coisa no meio da viagem e você tem flexibilidade para isso;

* Sua viagem e diversão começam antes mesmo de pisar fora de casa.

Desvantagem:

* Dá muito trabalho pesquisar e você precisa destinar tempo para essa tarefa;

* Alguma falta de atenção em preenchimentos pode causar algum custo extra, deve-se ter cuidado e atenção.

Eu tenho minha opção preferida, como vocês já sabem, e você, tem a sua? Gostaria muito de saber!

Sobre o autor

Antonio JR

Sou um amante da natureza e de esportes outdoor. Corredor de montanha, sou um aficionado por trilhas e terrenos acidentados. Tenho um carinho por tudo que envolve arte e a música é outra atividade que me libera endorfina. Um apaixonado pelo mundo, acredito no poder transformador de cada viagem e com elas adquiro vivência e experiência para minha vida.

2 Comentários

Deixe um comentário

--