Madri

Dicas de Madri – A caliente capital espanhola

Dicas de Madri
Escrito por Antonio JR

Dicas de Madri

Idioma:

Em Madri se fala espanhol, não é como em Barcelona que algumas pessoas falam catalão ou como na Galícia em que o povo se comunica pelo galego. Em Madri, com calma, você compreende perfeitamente o que eles dizem.

Dicas gerais:

(Você pode ver o Roteiro de 4 dias em Madri clicando aqui)

Quando ir: Tudo depende de sua disponibilidade, mas não aconselho ir no verão, pois certamente irá pagar mais por isso. No verão, a temperatura não é assustadora, gira em torno de 25 a 30 graus, já no inverno pode causar maior espanto, alcançando médias próximas do zero, à noite. Lembre-se que a Espanha possui fuso horário com 4 horas, geralmente, a mais. Nos horários de verão, chega a 5h.

Imigração:

Passar pela imigração sempre foi uma tortura. A Espanha não exige visto para brasileiros que pretenderem ficar no país no máximo por 90 dias. Não me solicitaram absolutamente nada, mas eu estava com a documentação necessária em mãos (isso é importante):

  • Passagem de ida e volta para o Brasil;
  • Comprovante de hospedagem, caso tenha reservado (aconselho) ou carta convite se for ficar em casa de algum conhecido. No meu caso que seria o Caminho de Santiago e não tinha hospedagem, levei a credencial de peregrino;
  • Dinheiro em espécie (euro). Geralmente eles pedem 300 euros para entrada e 50 euros por dia. Cartões também podem ser apresentados;
  • Seguro de viagem internacional. Esse é obrigatório. Não deixe de fazer o seu, por favor!

Embaixada do Brasil: site www.brasil.es

Como ir:

Fui pela Ibéria. Custo da passagem: 1296,70 (passagem) + 340,41 (taxas) = 1637,11 (total em maio de 2014) com partida 11 de setembro de 2014. Voo direto. Vale a pena pesquisar por promoções e eu não deixei escapar essa!

Os voos internacionais chegam no terminal 4 do aeroporto de Bajarás. Nele é possível já embarcar num metrô para o centro da cidade. O bilhete do Metrô custa 1,50 euros e com mais 3,80 euros totaliza-se o valor desse deslocamento até ao aeroporto. Para o táxi, com o qual eu utilizei para voltar (pois tinha uma bike desmontada comigo) paguei quase 30 euros e demorou uns 50 min. O trânsito estava caótico.

O Metrô da cidade é bem legal e faz uma ligação bem interessante em grande parte da cidade. Digamos não ser um dos melhores quando comparado com o de Londres, por exemplo, mas usufruí bastante dos serviços e isso otimizou bastante o meu tempo. Madri tem um trânsito caótico e o táxi pode em alguns momentos não ser uma boa opção. Se você optar pela utilização do metrô, compre o bilhete com dez viagens. Vai economizar seu tempo e dinheiro (tarifa simples 1,50 euros, bilhete de 10 viagens, 12 euros).

O que ver:

Madri é uma cidade despojada e os espanhóis parecem não ter o ritmo tão acelerado como em outras grandes metrópoles. Mas a noite ferve! Madri não para! Se sua busca é por agito, você está em um lugar mágico.

Como esse não foi o nosso foco deixamos pro final.

Madri é uma bela cidade e com muita história. Tomar cerveja e apreciar umas tapas é uma ação quase frequente enquanto caminhamos pelas praças e ruas da cidade.

Dividi em etapas o que gostaria de conhecer. Defini os museus que visitaria, estabeleci quais eu optaria pela oportunidade de gratuidade e quais eu pagaria para poder ajustar o roteiro. Frequentei bares, apreciei cervejas, caminhei pelo parque e pelas ruas. O metrô era quase um confidente.

Em Madri tem muito para ser visitado. Vou citar todos que conheci e falar um pouco deles. Se você quiser saber como organizei estes meus dias pode verificar neste post: Roteiro de 4 dias. Abaixo estará relacionado o que você não deveria deixar de lado.

Praças, pontos de encontros e outras atrações gratuitas:

Plaza Puerta del Sol: É a parte mais agitada da cidade, pois é onde está também a parte comercial. É uma agitação o dia todo e com muitos artistas de rua se apresentando por ali. Não é bela, mas vale sentar um pouco para ver o ritmo dos espanhóis em dias de trabalho. Metrô: Estação Sol

Dicas de Madri

Plaza Puerta del Sol – Dicas de Madri

Plaza Mayor: Esta talvez seja a praça mais visitada em Madri. Turistas do mundo inteiro apreciando a beleza do lugar, a comida e fazendo-a como de ponto de encontro. Metrô: Estação Sol

Dicas de Madri

Plaza Mayor – Dicas de Madri

Plaza de Espanha: É uma praça interessante e nela estão: Torre de Madri, Edifícil Espanha e Monumento a Cervantes onde estão Don Quixote e seu companheiro Sancho Pança. Metrô: Estação Plaza de Espanha

Dicas de Madri

Plaza de Espanha – Dicas de Madri

Monumento a Cervantes: Fica na praça de Espanha. Ótimo para uma fotografia. Metrô: Estação Plaza de Espanha

Mercado de San Miguel : Esse simpático e histórico mercado possui iguarias interessantes, mas não é nem de longe como alguns outros mercadões municipais. Vale a visita, somente para conhecê-lo ou fazer alguma comprinha de algo que lhe chame atenção. Metrô: Estação Sol

Dicas de Madri

Mercado de San Miguel – Dicas de Madri

Templo de Debod: É um templo egípcio do sec. IV a.C. Em 1961 foi dado de presente a Espanha em agradecimento pela ajuda prestada ao salvamento dos templos de Abu Simbel. Sua reconstrução terminou em 1972. Seu jardim é muito bonito e mesmo sendo um pouco afastado, não deixe de visitá-lo. A entrada em seu interior é permitida somente para 60 pessoas de cada vez. Então, é normal que se crie filas para visitá-los. Senão for extensa recomendo que espere. Entrada é gratuita. Metrô: Estação Ventura Rodrigues.

Dicas de Madri

Templo de debod – Dicas de Madri

Parque del Retiro: 

Deixei para o quarto dia, conhecer o belo Parque del Retiro. Realmente encantador! Uma caminhada despretensiosa se faz necessária já que nos dias anteriores o ritmo mais frenético tomou conta dos passeios.

Desembarquei na Estação Retiro. Tinha a possibilidade de caminhar até a Biblioteca Nacional e também o Museu Arqueológico. Confesso que não me interessei. Gostaria de poder desfrutar do parque e da tranquilidade que ele proporciona.

Já na Estação Retiro passei pela Puerta de Alcala. Se o fluxo de carros deixar, você pode obter uma bela foto!

Dicas de Madri

Puerta de Alcala – Dicas de Madri

Dicas de Madri

Monumento Alfonso XII – Dicas de Madri

Dicas de Madri

Lago do Parque del Retiro – Dicas de Madri

Dicas de Madri

Jardim del Campo del Moro: Não o conheci, só puder observá-lo do alto da torre da Catedral. Parece bonito e possui uma grande área verde.

Glorieta Puerta de Toledo: Metrô: Estação Puerta de Toledo

Puerta de Toledo – Dicas de Madri

Museus:

Museo Nacional Del Prado: O Museo del Prado é o mais importante museu da Espanha e um dos mais importantes de toda a Europa. Muitas obras de grande importância no cenário artístico estão expostas nele. Os espanhóis Velasquez, Goya e El Greco, além dos italianos Botticeli e Rafael. Realmente valeu a espera assim como valeria se eu tivesse pagado a entrada de 14 euros. Metrô: Estação Atocha ou Estação Banco de Espanha.

Dicas de Madri

Entrada do Museu do Prado – Dicas de Madri

Museo Thyssen:  Metrô: Estação Banco de Espanha.

Museu Nacional Reina SofiaNeste museu, obras como Guernica, (não tem essa vírgula pós Guernica) de Picasso e Muchacha en la Ventana, (sem vírgula pós Ventana) de Salvador Dalí estão expostas. O ticket custa 8 euros e é gratuito de segunda a sexta das 19 às 21 horas. Metrô: Estação Atocha

Dicas de Madri

Entrada do Museu Reina Sofia – Dicas de Madri

DICA: Se você tiver a intenção de conhecer esses três museus mencionados acima, e também não pretende encarar as filas para a entrada gratuita, sugiro que compre o Paseo del Arte. É um ticket que dá direito a entrar nos museus e você ainda consegue um desconto. O preço normal sairia 32 euros e na compra do pass você paga 25,60.

Real Conservatório de Música: Estação Atocha

Dicas de Madri

Conservatório de Música – Dicas de Madri

Caixa Fórum: Estação Atocha

Museo Naval: Metrô: Estação Banco de Espanha

Museu Origenes: Metrô: Estação La Latina

Teatro Real: Metrô: Estação Ópera

Palácio RealSeu interior é maravilhoso e a seção de aposentos especiais é fantástica. Não é permitido fotografar, mas a noção que você tem da enorme riqueza que esse ambiente possui, impressiona! Eu não deixaria de conhecer. O preço são 8 euros. De segunda a quinta-feira é gratuito das 18 às 20h. Metrô: Estação Opera

Dicas de Madri

Palácio Real – Dicas de Madri

Catedral de Almuneda: É uma catedral com diferentes estilos. Desde neoclássico até neogótico e isso se deu pela demora de sua construção. A Entrada é grátis, porém se você desejar ir até o torre paga-se 3 euros. A vista da torre é muito interessante. Metrô Estação Opera

Dicas de Madri

Vista do torre da Catedral de Almuneda – Dicas de Madri

Você pode seguir somente pelas opções gratuitas, porém eu acho que as pagas valem o investimento. De qualquer forma, são eles: Museu Taurino, Caixa Forum, Parque Bom Retiro Museu de Arte Contemporânea e claro, as opções abertas que fazem parte da cidade de Madri.

Arredores:

Se você pretende ficar mais dias em Madri, sugiro que você faça um bate e volta para algumas cidades. Tudo isso depende de seu tempo de permanência na cidade. São Eles:

Toledo: Fiz. Veja post sobre Toledo clicando aqui.

Segóvia: Fiz. Veja post sobre Segóvia clicando aqui.

Ávila: Não fiz

El Escorial: Não fiz

Onde Comer:

Sempre acho complicado indicar restaurantes, vai muito pelo gosto particular de cada um, não só pelo que se vai experimentar, mas também pela preferência do estilo do ambiente e das pessoas, certo é que Madri é bem variada e tem opção para todos os gostos. Uma região de bons bares é próxima a estação La latina. Um restaurante argentino muito bom está bem próximo ao viaduto da Calle Bailén, eu almocei muito bem em frente ao Museu Reina Sofia.

(Você pode ver o Roteiro de 4 dias em Madri clicando aqui)

Clique em :

Booking.com – Hoteis em Madri  pela Booking.com

Booking.com – Hoteis em qualquer lugar do Mundo 

Veja mais fotos e Dicas de Madri:

Veja mais posts de Madri:

– Roteiro 4 dias em Madri

– Museu do Prado

– Madri – Atrações Gratuitas

Clique em :

Booking.com – Veja Hotéis em Madri 

Banner Página vendas 2

+Gol | +Voopter+Booking | +Hotéis.com | +Rentcars  | +Seguro Viagem  | +Ingressos  | +Guias | +Roteiros

Venha pra nossa Rede:

Facebook   Google+   Instagram

Sobre o autor

Antonio JR

Sou um amante da natureza e de esportes outdoor. Corredor de montanha, sou um aficionado por trilhas e terrenos acidentados. Tenho um carinho por tudo que envolve arte e a música é outra atividade que me libera endorfina. Um apaixonado pelo mundo, acredito no poder transformador de cada viagem e com elas adquiro vivência e experiência para minha vida.

Deixe um comentário