Cusco Pé na Jaca

Pé na jaca – Pois é, será que salto?

Escrito por Antonio JR

Mirador de Racchi – Pois é, será que salto?

Abro esta seção contando uma das furadas, apuros, ou casos engraçados que aconteceu comigo nas minhas andanças pelo mundo. A situação, apesar de ser triste para algumas pessoas que fizeram parte desta história, foi para mim, algo inusitado.

Mirador de Racchi

Vista do Mirador de Racchi

 

 

Estávamos em Cusco e saímos para Mirador de Racchi no Vale Sagrado para fazer um voo de paraglider. Contratamos a empresa Inca Peru Travel. Estávamos eu, meu amigo Daniel (parceiro aqui no site) e duas americanas. Chegamos cedo no local. Por volta das sete horas da manha. Ficamos aguardando o piloto até umas 10 horas. Inacreditável a espera!

Mirador de Racchi

Esperando o piloto

Pouco antes dele chegar, nós quatro estávamos sozinhos, pois o motorista que nos levou já tinha retornado para Cusco. Passado o momento de fotografias, estávamos sentados aguardando, quando surgiu uma Van lotada de pessoas. Todos pareciam nativos. A princípio, pensei que pudesse ser uma outra turma juntamente com nosso piloto. Mas não era.

Começaram a descer. Todos eles. Roupas alinhadas e pessoas de todas as idades. De crianças até senhoras. Pensei! “- Não é pra saltar que esse pessoal está aqui.” De repente, uma cruz enorme é retirada de dentro da Van. Imediatamente me veio em mente, algo do costume brasileiro, onde a família coloca uma cruz em locais de falecimento de pessoas queridas. Estradas, trilhas ou em outros locais. Fiquei super intrigado com aquilo tudo. A curiosidade não me permitiu ficar calado e fui ao encontro das pessoas. Perguntei para um senhor que prontamente respondeu e confirmou minha teoria. Sete dias antes, um piloto de paraglider tinha morrido devido ao mal tempo.

Voltei e contei para o Daniel assim como para as americanas, que não acreditaram. Estava ainda com meu estômago embrulhado pois era meu primeiro salto. Não sabia o que pensava pois nem nosso piloto estava presente para me dar maiores explicações. Foram momentos de duvidas, ansiedade e nervosismo.

Quando o piloto chegou, nos confirmou a história e acreditem… só neste momento que as americanas acreditaram! Acho que não passei muita credibilidade, não é mesmo? (rs). Ele não tinha outra coisa a dizer exceto que foi inexperiência do piloto, que era jovem demais, além de muito aventureiro. Dúvidas e mais dúvidas permaneciam.

Mirador de Racchi

Vambora?

Enfim, resolvi saltar. Sensacional! Vista magnífica, um pouco de mal estar e muita adrenalina por causa da térmicas mas sobrevivi e estou aqui pra contar que vale a pena. Vejam as fotos! A vista do Rio Urubamba cercado por uma pequena cidade é sensacional. Recomendo pra quem tiver um tempinho sobrando em Cusco. A duração do passeio é quase de um dia.

Clique abaixo e veja nossos posts do Peru:

Peru com filhos – Introdução de uma viagem mágica

Roteiro Peru 14 dias

Arequipa – A cidade branca entre os vulcões

O que fazer em Cusco com filhos

Cusco – Tradição, turistas e muito mais

Cusco – A magia de seus arredores

Lima – A modernização de uma cidade que não perde a tradição

Machu Pichu – Compra de tickets online e limites de venda

Machu Pichu – Inacreditável e Fascinante.

Machu Pichu com filhos – Tão amada, tão sonhada

Trilha Salkantay – Trekking alternativo para Machu Pichu.

Na seção Pé na Jaca (nossos casos engraçados) tem um link do Mirador de Rachi

Pé na Jaca – Será que salto?

Veja nossa galeria do Mirador de Racchi.

 

Sobre o autor

Antonio JR

Sou um amante da natureza e de esportes outdoor. Corredor de montanha, sou um aficionado por trilhas e terrenos acidentados. Tenho um carinho por tudo que envolve arte e a música é outra atividade que me libera endorfina. Um apaixonado pelo mundo, acredito no poder transformador de cada viagem e com elas adquiro vivência e experiência para minha vida.

2 Comentários

Deixe um comentário