Belo Horizonte

O que fazer em Belo Horizonte

O que fazer em Belo Horizonte
Escrito por Antonio JR

O que fazer em Belo Horizonte

Belo horizonte é outro “quintal de casa”. Sempre que posso, dou uma esticada até a capital mineira, seja a trabalho ou para curtir o que a capital das gerais e dos botecos tem de melhor. Como conheço BH tão bem, resolvi escrever esse post: o que fazer em Belo Horizonte.

Belo Horizonte é uma cidade nova, cerca de 120 anos. Sendo assim, não oferece o que grande parte das cidades mineiras oferece: história.

De qualquer forma, Belo Horizonte encanta os turistas que desejam desbravar a cidade e conhecer um pouco de uma cidade mineira que possui um ritmo mais acelerado.

Belo Horizonte tem boas praças, um mercado central que enche de orgulho, um local tombado como Patrimônio Histórico da UNESCO, museus e para os mais animadinhos, botecos, muitos botecos.

Onde Ficar:

No início deste post eu já citei sobre onde ficar em Belo Horizonte. Mas porque? Porque BH é uma cidade que possui alguns pontos turísticos afastados e não possui um sistema de transporte público que facilite as coisas, como o metrô por exemplo.

Pensando assim, eu sugiro que você escolha um hotel na região da Savassi, o verdadeiro coração de BH, para facilitar seu deslocamento. Em minha última passagem pela cidade, em um evento no Palácio das Artes, fiz uma parceria e me hospedei no Promenade Ianelli. Uma excelente localização seja para quem tem algum evento no centro da cidade ou pra quem quer “turistar” por Belo Horizonte. Algumas atrações são distantes como o complexo da Pampulha, mas para conhecer a maioria das atrações que vou listar abaixo, é uma excelente opção, principalmente com relação ao custo x benefício.

Como se mover pela cidade

“Taí” um ponto que Belo Horizonte poderia ser melhor. Mesmo com o lançamento do MOVE, BH deixa a desejar, pois não possui um sistema de metrô abrangente. Uma forma interessante de conhecer os locais mais distantes é de táxi.

Vindo do Aeroporto

De Cofins, onde está situado o Aeroporto Internacional Tancredo Neves, saem ônibus de 30 em 30 minutos. O Conexão Aeroporto

é uma excelente opção para quem não deseja alugar um carro para transitar na capital mineira.

São duas opções de ônibus/trajeto. O mais rápido é o executivo e custa 26 reais. Ele vai direto até a estação da Av. Álvares Cabral. O convencional custa cerca de 12 reais e vai até a Rodoviária, mesmo custo para aqueles que desejarem trocar de aeroporto, indo até o Aeroporto da Pampulha. Para ver valores atualizados clique aqui.

Vamos então às principais atrações da cidade?

Atrações Turísticas de Belo Horizonte:

8 – Praça do Papa

Próxima ao Parque das Mangabeiras (local que também merece ser visitado caso tenha mais tempo na cidade), a Praça do Papa fica no alto da Avenida Afonso Pena. A praça possui uma bela vista da cidade, principalmente ao entardecer. Dá a impressão que o nome da cidade foi criado depois da descoberta dessa linda vista (claro que isso é uma brincadeira e o nome da cidade não se deve a isso). A vista é tão bonita que impressionou inclusive o papa, quando fez uma visita à cidade. Por isso, o nome da praça é esse atualmente, devido a essa visita da alta ordem da igreja católica.

Dica Retrip – Interessante – Talvez você conhecer a Praça do Papa no entardecer, então pode tentar conciliar para o dia da sua chegada à cidade.

7 – Parque Municipal

Uma grande área verde no centro da cidade. Delicia de caminhar, respirar e sentir o sossego diferente da tradicional correria da cidade grande. Aberto somente durante o dia, de 6 às 18 horas de terça a domingo, o parque não possui funcionamento noturno já que a área não tem iluminação e estrutura que traga segurança ao visitante. Durante o dia é show! Sentar e ver o “Coreto flutuante” é energizante.

O que fazer em Belo Horizonte

Parque Municipal – O que fazer em Belo Horizonte

O que fazer em Belo Horizonte

Parque Municipal – O que fazer em Belo Horizonte

Dica Retrip – Aproveite para fazer o trajeto Parque Municipal – Palácio das Artes e Praça da Estação. Esse mini circuito pode ser feito a pé com distância bem curta, mas com a agitada movimentação de pessoas do centro de Belo Horizonte.

6 – Palácio das Artes

É um complexo cultural da cidade onde acontecem vários eventos. É um espaço multiuso que conta com cinemas, o teatro, área de exposições e ainda uma bela e estruturada área para show e concertos. O Palácio das Artes fica bem no centro da cidade, ao lado do Parque Municipal. Ou seja, aconselho fazer os dois passeios em um momento só e ainda acrescentar a Praça da Estação, descrita a seguir. Veja mais informações clicando aqui.

5 – Praça sete e Praça da Estação

Também no centro da cidade, a Praça Sete é o chamado “Pirulito da cidade”. É um dos locais mais procurados pelos torcedores dos clubes mineiros quando há alguma conquista de um título. Quando seguir para a Praça da Estação, passe pela Praça Sete.

O que fazer em Belo Horizonte

Praça da Estação – O que fazer em Belo Horizonte

O que fazer em Belo Horizonte

Praça da Estação – O que fazer em Belo Horizonte

Já a Praça da Estação é um interessante prédio de 1922 onde antigamente era uma estação de trem. Atualmente abriga não só a atual estação do metrô como também o Museu de Artes e Ofício que não achei interessante conhecer. Esse museu possui acervo do universo do trabalho, das artes e ofícios do Brasil. Conta com alguns dias e horários gratuitos clicando aqui. Para otimizar seu tempo admire a bela construção e só.

4 – Praça da Liberdade

Uma atração tradicional da cidade, pois foi projetada juntamente com o projeto da cidade. Quando Belo Horizonte ainda era somente o interior da Avenida do Contorno.

O que fazer em Belo Horizonte

Praça da Liberdade – O que fazer em Belo Horizonte

Depois da mudança da sede do Governo para a Cidade Administrativa, a praça passou por uma importante revitalização.

O que fazer em Belo Horizonte

Ex Palácio do Governo – O que fazer em Belo Horizonte

Um corredor de palmeiras imperiais dá beleza ao local. Com belos jardins e prédios em estilo neoclássico, a praça é um importante atrativo da cidade. Esses prédios se transformaram em museus após a revitalização e são eles:

O que fazer em Belo Horizonte

Praça da Liberdade e seus Prédios – O que fazer em Belo Horizonte

Centro Cultural Banco do Brasil

Casa Fiat de Cultura

Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa,

Centro de Arte Popular Cemig,

Museu Mineiro,

Museu das Minas e do Metal,

Memorial Minas Gerais,

Espaço do Conhecimento UFMG (Planetário),

inclusive o Palácio da Liberdade.

Em meio a prédios mais tradicionais está uma construção de Niemeyer. Um edifício residencial que leva seu nome, o qual possui um projeto em linhas curvas.

3 – Savassi

Ponto Boêmio da cidade. Local onde possui vários bares e restaurantes da cidade. De lá, você pode ir a pé para o Palácio das Artes (15 min), Parque Municipal e Praça da Estação, ou seguir em direção à Praça da Liberdade (15 min).

Algumas ruas foram fechadas e todos os dias rola um movimento da galera descolada da cidade, assim como turistas que estão curtindo os atrativos noturnos. A Praça da Savassi é um cruzamento entre duas avenidas importantes da cidade, a Avenida Getúlio Vargas e Cristóvão Colombo. É exatamente nesse cruzamento que eu fiquei hospedado na minha ultima passagem pela cidade. O Promenade Ianelli está na rua Paraíba. Basta descer para a rua que você já está praticamente nesse cruzamento.

Belo Horizonte é conhecida por seus inúmeros botecos espalhados pela cidade. Na Savassi tem uma grande concentração deles. Desde botecos mais sofisticados (não é contraditório, ok?) até os mais tradicionais.

2 – Mercado Municipal

É praticamente impossível sintetizar o que eu acho do Mercado Municipal. Adoro várias coisas ali e pretendo escrever um post justamente sobre essas minhas preferências. Enquanto isso, eu sugiro que vocês passem uma manhã perambulando por lá. Nos finais de semana fica muito mais confuso. Porém, é uma confusão que eu adoro. Nem ligo de tomar aquela cerveja gelada e comer uma porção de fígado em uma mesinha onde você se acomoda em pé. Isso mesmo, em pé. Mas é claro que tem várias opções e por isso é um dos locais preferidos dos turistas e também dos belo-horizontinos.

Abertos todos os dias de 7h às 18h exceto domingos, onde o horário de fechamento é as 13h. Entre aqui e veja se encontra o que você está procurando. Para o site do Mercado Municipal, clique aqui.

O que fazer em Belo Horizonte

Mercado Central – O que fazer em Belo Horizonte

1 – Complexo da Pampulha

Meu local preferido em BH. Eu adoro escolher um barzinho na orla da lagoa, ou caminhar despretensiosamente pelas pistas de caminhadas. Já participei de inúmeras corridas por ali e todas excepcionais. Passar pelo Mineirão mesmo em dia que não há jogo, visitar o Mineirinho ou sua feirinha. Adoro tudo!

Um local que respira vida saudável na qual sou adepto.

Além do Mineirão e Mineirinho, o complexo da Pampulha ainda conta com a Igrejinha da Pampulha, ou Igreja de São Francisco de Assis coincidentemente comemorado no dia de hoje, o qual estou escrevendo esse post. A Igreja da Pampulha foi declarada pela UNESCO como Patrimônio Cultural da Humanidade. Um grande feito para a cidade que agora espera receber um número maior de visitantes.

O complexo da Pampulha conta, além da Igreja projetada por Niemeyer, o MAP (Museu de Arte da Pampulha) que foi um cassino desativado nos anos 40 e ainda a Cada do Baile, um Centro de Referência de Arquitetura, Urbanismo e Design ligada à Fundação Municipal de Cultura. Todos projetados pelo arquiteto.

O que fazer em Belo Horizonte

MAP – O que fazer em Belo Horizonte

O que fazer em Belo Horizonte

Lagoa da Pampulha – O que fazer em Belo Horizonte

Arredores da cidade:

Estando em Belo Horizonte você tem a opção de fazer alguns “bate e volta”. São opções para um dia ou mais dependendo da sua disponibilidade. São elas:

Ouro Preto/Mariana

Cidades históricas que deveriam ser visitadas. A primeira e a segunda capital das Gerais, possui um acervo histórico e cultural dos mais importantes do Brasil. A riqueza do artesanato mineiro, a história da Inconfidência Mineira, o jeito pacato do cidadão simples e a arquitetura colonial mantida em cada detalhe espalhado por onde quer que você ande.

Veja meu post de Ouro Preto – Clique aqui

Veja meu post de Mariana – Clique aqui

Museu do Inhotim

O importante e grandioso museu do Inhotim, abriga inúmeras galerias de exposição de Arte Contemporânea. Muitas delas expostas ao ar livre o que faz desse museu o museu a céu aberto de arte contemporânea do mundo.

Seu Jardim Botânico é uma atração a parte. ” Os jardins do Inhotim são singulares, com uma beleza rara e um paisagismo que explora todas as possibilidades estéticas da coleção botânica.”. Esse trecho retirado do site do museu mostra exatamente o que  eu penso sobre ele.

Geralmente as pessoas fazem um bate e volta de Belo Horizonte. São 60 minutos até o Museu mas você pode ficar uma noite em Brumadinho, cidade onde o museu está localizado.

Veja meu post do Inhotim – Clique aqui

 

Sobre o autor

Antonio JR

Sou um amante da natureza e de esportes outdoor. Corredor de montanha, sou um aficionado por trilhas e terrenos acidentados. Tenho um carinho por tudo que envolve arte e a música é outra atividade que me libera endorfina. Um apaixonado pelo mundo, acredito no poder transformador de cada viagem e com elas adquiro vivência e experiência para minha vida.

Deixe um comentário