Da Lat

O que fazer em Da Lat – Vietnã

Escrito por Joanna Romano

O que fazer em Da Lat – Vietnã

Da Lat leva o título de ‘cidade da eterna primavera’ e é um refresco para quem quer escapar do calor intenso de Saigon (também conhecida como Ho Chi Minh).

Localizada no sul do Vietnã, Da Lat surpreende com suas inúmeras cachoeiras, montanhas e lagos.
Uma amiga esteve por lá uns dias antes de eu ir e quando eu perguntei o que ela tinha achado, ela respondeu que Da Lat parecia uma versão asiática de Gramado – A descrição dela foi “na mosca”.

Eu passei dois dias inteiros lá e amei cada minuto!

O que fazer em Da Lat em 2 dias:

Passear em volta do lago Xuan Huong – Um passeio super agradável para quem curte caminhar ou até mesmo correr. Esse lago localizado no centro da cidade, tem 7 km de extensão e é um dos pontos principais de Da Lat.

Flower garden – Esse parque é uma graça, se você gosta de flores vale muito a pena os 30.000 Dong cobrados na entrada!

O que fazer em Da Lat

O que fazer em Da Lat – Flower Garden

Golden Buddha – A enorme estátua dourada de um Buda segurando uma flor de lótus fica dentro do templo Van Hahn Pagoda. Esse templo foi um dos que eu mais gostei de conhecer em Da Lat. Para chegar lá peguei um táxi do centro da cidade (não lembro quanto paguei, mas táxi lá é muito barato).

Crazy House – Uma guesthouse com um nome que faz jus à atração! Eu, particularmente, não gostaria de ficar hospedada em um lugar que recebe um monte de turistas por dia, mas para visitar achei super interessante! A arquitetura da casa é muito doida e me lembrou os trabalhos de Gaudí.

Bondinho para o templo Truc Lam Zen Pagoda – O passeio de bondinho até o templo Truc Lam Zen foi uma das highlights da minha viagem a Da Lat. A vista é linda e o bondinho vai bem devagar fazendo com que você possa apreciar a paisagem com calma. O templo também é muito bonito!

Preço:80.000 Dong ida e volta

O que fazer em Da Lat

O que fazer em Da Lat – Bondinho

Tour em Da Lat:

Easy Riders – Esse tour que custa USD$25 é o passeio mais popular em Da Lat.

Os nossos guias nos buscaram de moto no nosso hotel às 8:30 da manhã e já chegaram se apresentando em inglês com um sorriso no rosto. Passamos a manhã inteira andando de moto pra lá e pra cá e conhecemos vários lugares muito legais.

Dentre as paradas do tour estavam um templo, algumas fazendas, uma cachoeira e uma vila de refugiados do Myamar.

Na fazenda de café conhecemos o famoso ‘weasel coffee’, um café feito de grãos defecados por um animal chamado doninha. Eu optei por não experimentar o café pois fiquei com pena dos bichos que são criados em cativeiro.

Em frente a fazenda de café tem um campo de canola que rende ótimas oportunidades para fotos. A entrada custa 10.000 Dong.

Na fazenda de seda o guia nos mostrou como a seda é feita e ainda nos deu um bicho da seda assado para provar (achei horrível o gosto!).

Fizemos uma parada para almoçar em um restaurante frequentado por locais, achei ótimo pois geralmente esses tours sempre te levam para comer em lugares caros e frequentados somente por turistas.

Na volta para o hotel começou a chover, e os nossos guias super preparados tinham capas de chuva para nos emprestar!

O que comer em Da Lat:

Egg Coffee – Esse café com clara de ovo batida é delicioso e super diferente. Dependendo do lugar que você comprar ainda vem com leite condensado!

O que fazer em Da Lat

O que fazer em Da Lat – Egg Coffe

“Vietnamese pizza” – Esse crepe bem fininho feito de ovo, camarão seco e diversos temperos é vendido em várias barraquinhas da cidade e eu achei uma delícia!

O que fazer em Da Lat - Vietnamese Pizza

O que fazer em Da Lat – Vietnamese Pizza

Panqueca redonda de arroz – Essas panquecas recheadas de cebolinha são uma das principais comidas locais

Leite de soja quente – A bebida perfeita para o clima de Da Lat! Eu comprei um no Night Market e fui tomando enquanto explorava as barraquinhas.

Onde comer em Da Lat:

Fui em diversos restaurantes em Da Lat mas o que eu mais gostei foi o Le Chalet (praticamente em frente a Crazy House). O curry de tofu estava sensacional!

Dica: Não deixe de pedir o vinho da região.

Da Lat Night Market (perto do lago) – Essa feira noturna vende de tudo um pouco e é um ótimo lugar para experimentar as comidas locais.

Onde se hospedar:
Muse House – Paguei mais ou menos USD$20 por dia pelo quarto duplo com café da manhã incluído no valor da diária. A ‘french toast’ do menu do café da manhã é de lamber os beiços!

Top tip

Achei muito útil usar o aplicativo maps.me. Só baixar o mapa local enquanto você estiver no wi-fi e ele funciona depois mesmo sem estar conectado a internet.

www.instagram.com/fitbackpacker

Sobre o autor

Joanna Romano

Sou aventureira e apaixonada pela vida nômade, estou na estrada desde 2007. Quando saí do Brasil pela primeira vez para fazer um intercâmbio de Au Pair na Alemanha e vivo viajando desde então. Atualmente moro em Melbourne na Austrália e escrevo sobre esse canto do mundo que eu AMO. Além disso, vocês podem acompanhar minhas aventuras pelo mundo no meu Instagram @fitbackpacker.
Aventureira e apaixonada pela vida nômade, a Joanna está na estrada desde 2007. Ela saiu do Brasil pela primeira vez para fazer um intercâmbio de Au Pair na Alemanha e vive viajando desde então. Ela compartilha todas as suas aventuras pelo mundo no Instagram

Deixe um comentário