Serro

O que fazer em Serro MG. Uma bela surpresa da Estrada Real

O que fazer no Serro
Escrito por Antonio JR

O que fazer em Serro MG. Uma bela surpresa da Estrada Real

Minha última noite, antes de chegar em Diamantina, na travessia do Caminho dos Diamantes da Estrada Real feita de bicicleta, foi na simpaticíssima Serro.

Logo quando chegamos, avistamos a cidade no alto, com o coração saindo pela boca de tanto cansaço, só de pensar na subida que nos aguardava, nos fez desanimar de ter escolhido essa cidade para pouso. Brincadeiras à parte, a cidade de Serro foi uma grande surpresa para mim. Não imaginava que tivesse tantos aspectos históricos e que encontraria com uma vida vibrante de cidade como outra qualquer. Uma cidade de vida própria e com nada plástico feito para turistas verem.

Serro é famosa pelos queijos que possui. Muito tradicionais, são intitulados como Primeiro Patrimônio Imaterial do Brasil.

Como chegar

De Carro: São três possibilidades saindo de Belo Horizonte:

O que fazer em Serro MG

O que fazer em Serro MG

Pela Serra do Cipó

O Serro fica a 230 Km de BH, através da rodovia MG-10. São 170 Km de asfalto até Conceição do Mato Dentro, através da Serra do Cipó, sendo o restante de estrada de terra (60 Km), já em processo de asfaltamento. O trajeto é feito, em boa parte, sobre a antiga rota da Estrada Real do Serro Frio a Ouro Preto, aberta pelos bandeirantes descobridores das minas de ouro e diamantes da chamada região do Ivituruí. Às margens da rodovia, uma infinidade de atrações, entre as quais o Parque Nacional da Serra do Cipó, as descobertas arqueológicas de Lagoa Santa e as muitas atrações de Conceição do Mato Dentro. É uma boa opção para aqueles que curtem aventuras, montanhas, cachoeiras e grutas (“Lapinha” e outras).

Por Curvelo:

Através de rodovia totalmente asfaltada, o Serro encontra-se a 326 Km de BH, com saída em direção a Sete Lagoas (BR-040), seguindo até o trevo Curvelo/Brasília, onde se pega a BR-135 até Curvelo e daí, pela BR-259 até o Serro. Pelo caminho, as grutas “Rei do Mato” e “Maquiné”, lindas paisagens do cerrado (o sertão de Guimarães Rosa) e a vista do imponente Pico do Itambé, cercado de serras a perder de vista.

Por  Itabira

O terceiro caminho, com distância de 307 Km, já totalmente asfaltado, sai de Belo Horizonte pela BR-262, em direção ao Vale do Aço. Depois entra para Itabira, pela BR-120, e segue por Guanhães, onde se toma a BR-259, em direção a Sabinópolis e Serro.

De ônibus: Segue os horários de ônibus partindo de Belo Horizonte.

– BH-Serro:
– Via Curvelo – Diários, às 7 h; – Às sextas-feiras, às 7 e às 22:15 h; tempo de viagem: 6 h; Viação Serro.
– Via Serra do Cipó – Diários, às 6 e às 15 h; tempo de viagem: 6 h; Viação Serro.

– Serro-BH:
– Via Curvelo – Diários, às 15 h; – Aos domingos, às 13,20 e às 17 h; tempo de viagem: 6 h; Viação Serro.
– Via Serra do Cipó – Diários, às 6:15 h e 9,30 h; – De 2.ª a 6.ª, às 16 h; – Diários, vindo de Rio Vermelho, por volta de 8 h; tempo de viagem: 6 h; Viação Serro.

Fonte: Flogão

O Serro:

As montanhas de Minas Gerais são famosas pela grande beleza. Em todo território temos serras e cadeia de elevações que cortam o estado de norte a sul, leste a oeste. A Serra do Espinhaço é uma delas, onde passa a Estrada Real e onde está situada a cidade de Serro.

O que fazer em Serro MG

O que fazer em Serro MG

O que fazer em Serro MG

O que fazer em Serro MG

O que fazer em Serro MG

O que fazer em Serro MG

O que fazer em Serro MG

O que fazer em Serro MG

Pra quem ainda não ouviu falar, recomendo procurar saber mais sobre essa histórica cidade e agendar uma visitinha. No Serro você deve parar pra admirar o jeito pacato do morador, se encantar com os hábitos religiosos em suas várias igrejas, provar da culinária mineira que é de dar água na boca e experimentar o queijo que leva o mesmo nome.

A igreja de Santa Rita tem uma escadaria que faz o diferencial, o pôr do sol é maravilhoso visto do alto. Outro lugar interessante é o Museu dos Otoni. A chácara do Barão também é um ponto que vale a pena visitar. No mais, eu indico comer uma bela e deliciosa pizza veneziana a moda do Serro.

O que fazer no Serro:

#1 – Caminhar pelas suas ruas, e apreciar a beleza arquitetônica barroca das casas e casarões, observar a rotina do cidadão local;

#2 – Visitar as igrejas da cidade (ver a relação abaixo) e não deixar de ver o por do sol do alto da igreja de Santa Rita;

#3 – Visitar o Museu dos Otoni (Casa dos Otoni), uma casa tricentenária.

#4 – Visitar a Chácara do Barão do Serro;

#5 – Se deliciar com a comida mineira e ainda provar um aperitivo local;

#6 – Conhecer e caminhar no Pico do Itambé;

#7 – Experimentar o queijo do serro, Patrimônio Imaterial do brasil (2008).

#8 – Milho Verde E São Gonçalo são distritos de Serro. Ambos com seus atrativos. Se tiver tempo não deixe de visitar. Milho Verde com suas cachoeiras e São Gonçalo com seu encanto.

Veja mais sobre as Igrejas do Serro:

Igreja de Santa Rita – É o maior símbolo do Serro, localizada no alto da cidade, com fachada poligonal de inusitada composição, uma única torre central e um grande relógio, que é a principal referência das horas para os moradores. Uma das mais antigas igrejas da localidade, construída provavelmente no início do século XVIII, em 1745 já se fazia referência a campanhas para sua ornamentação. O sino é datado de 1732.

O que fazer em Serro MG

Igreja de Santa Rita – O que fazer em Serro MG

Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição – Tombada pelo IPHAN, é uma das maiores igrejas barrocas do estado, possuindo as torres, em madeira, mais altas do colonial mineiro.

Igreja de Nossa Senhora do Carmo – Igreja construída pela Irmandade de mesmo nome, ainda atuante nos dias de hoje. As suas obras foram executadas de 1768 a 1781. Em 1780 se trabalhava na fachada, com a edificação das torres, ajustada com o mestre José da Silva Ribeiro.

Igreja do Senhor Bom Jesus de Matozinhos – Apesar da data no medalhão da pintura do Forro (1797), já em 1785 há alusões à Igreja do Matozinhos do Serro. É um dos mais belos templos da cidade, com fachada em estilo de chalé, óculo envidraçado no frontispício e quatro sacadas de balaústre de madeira.

Igreja de Nossa Senhora do Rosário – A construção é da primeira metade do século XVIII, concluída em 1758, pela Irmandade do Rosário da Vila do Príncipe, em atividade desde 1728.

Capela de São Miguel / Capela de Santa Tereza / Capelinha de Santo Antônio do Pasto do Padilha

Onde Ficar:

Em minha passagem por Serro na minha Travessia da Estrada Real – Caminho dos Diamantes, optei por ficar em locais mais centrais. Pois estando de bicicleta e não querendo mais pedalar a noite, pude me deslocar facilmente.

O que fazer em Serro MG

São Gonçalo do Rio das Pedras – O que fazer em Serro MG

O que fazer em Serro MG

Entrada de Milho Verde – O que fazer em Serro MG

O que fazer em Serro MG

Cachoeira dos Moinhos – O que fazer em Serro MG

 

Sobre o autor

Antonio JR

Sou um amante da natureza e de esportes outdoor. Corredor de montanha, sou um aficionado por trilhas e terrenos acidentados. Tenho um carinho por tudo que envolve arte e a música é outra atividade que me libera endorfina. Um apaixonado pelo mundo, acredito no poder transformador de cada viagem e com elas adquiro vivência e experiência para minha vida.

Deixe um comentário