Destaque Mariana

Roteiro Mariana 2 dias

Roteiro Mariana
Escrito por Antonio JR

Roteiro Mariana 2 dias

Minha terceira passagem por Mariana ocorreu em maio de 2016 em uma ação denominada #blogueirosporminas idealizada pela SETUR e que contou com a participação de vários blogueiros que exploraram 3 grandes parques do estado de Minas Gerais. Na Equipe que explorou o Parque do Itacolomi estávamos eu e o Gui do Quero Viajar Mais

Nessa ação focada no Parque, não deixamos de passar pela cidade de Mariana e explorar os principais pontos turísticos da cidade, além da Mina da Passagem. Para saber detalhes do que vi nessa Mina, clique aqui.

Mariana e um pouco de sua história

Mariana é uma das importantes cidades históricas das Minas Gerais. Desde 1745 quando se elevou à condição de cidade, com suas ruas em linha reta e praças retangulares, guarda surpresas para quem a visita. Em cada ruela, em cada igreja, em cada museu ou em todo seu complexo arquitetônico tombado desde 1945, vê-se um patrimônio vivo.

Roteiro Mariana

Rua de Mariana – Roteiro Mariana

Cidade de muitos encantos e artes. Obras de Aleijadinho e do mestre Athayde, de belíssimas igrejas barrocas, de casarios que retratam perfeitamente a história do nosso país. Sinceramente, não me canso de visitá-la, apesar que em uma das visitas fui ver de perto o que sobrou Bento Rodrigues depois da tragédia do rompimento da bacia. Pode ver meu post a respeito clique aqui.

Me encanto pelas cidade históricas e por ser de uma delas (sou de São João del Rei), tento observar cada detalhe quando as estou visitando. Me sinto atraído pelas pinturas e pelo estilo rococó que fica evidenciado nas naves das igrejas.  E o que falar da simpatia do povo mineiro?

O mestre Athayde está sepultado na Igreja de São Francisco de Assis, na praça Minas Gerais. Já Aleijadinho (Antonio Francisco Lisboa) também deixou sua marca em Mariana. Suas esculturas e seus entalhes estão em algumas igrejas da cidade. Estão em dois altares principais na Igreja de São Francisco de Assis, o lavabo da Sacristia da Catedral da Sé e também no Museu de Arte Sacra, que é o considerado o primeiro museu dessa natureza de Minas Gerais e o segundo do Brasil.

Roteiro Mariana

Igreja São Francisco de Assis – Roteiro Mariana

Já a Catedral da Sé, apesar de ser de fachada simples, possui uma relíquia de mexer com os sentimentos de qualquer admirador de música. Um Órgão Art Schnitger (um dos maiores construtores de órgãos do mundo), que chegou ao Brasil em 1753 e é o único exemplar fora da Europa. E não para por ai. Existem concertos nesse órgão todas as sextas feiras às 11h30 e aos domingos às 12:45. É pra poucos, não é mesmo?

Vamos ao roteiro?

Neste post, eu montei um roteiro de dois dias por Mariana. Para fazer tudo com calma e aproveitar o jeitinho mineiro de servir e de prosear. É claro que esse roteiro pode ser adaptado para um dia mas seria uma correria só. Agrupei os atrativos baseado não só na minha visita pela ação #blogueirosporminas, mas também com minha primeira visita à cidade.

A farta comida mineira dispensa comentários. Voltar das Gerais é voltar com sérios problemas com a balança. Darei dicas de hospedagem e restaurantes em outro post.

Dia 1  – Centro

Gosto de começar pelo centro da cidade ou por onde possui a maioria dos atrativos, próximos um ao outro. Em Mariana, sugiro começar pela Praça Minas Gerais onde estão as Igrejas de São Francisco de Assis e a Igreja de Nossa Senhora do Carmo, além do antigo Palácio do Conde de Assumar e a Câmara Municipal de Mariana onde era a antiga cadeia. A Igreja de São Francisco de Assis está fechada para reforma e sem previsão para abertura. Já a Igreja do Carmo passou por uma revitalização após um incêndio que ocorreu em 1999, destruindo além da nave da igreja, muitas imagens do séc. XVII e XVIII. Sua reconstrução terminou em 2006 e a história, com fotos do ocorrido, é contada em mural dentro da igreja.

Roteiro Mariana

Praça Minas Gerais – Roteiro Mariana

Roteiro Mariana

Câmara (Antiga Cadeia) – Roteiro Mariana

Roteiro Mariana

Exposição de fotos do incêndio – Roteiro Mariana

Curiosidade: O teto da Igreja N. S. do Carmo quando estava sendo restaurada, desabou. Pouco depois de já ter sido pintado pelo artista Francisco Xavier Carneiro.

Roteiro Mariana

Igreja N. S. do Carmo revitalizada – Roteiro Mariana

Muito próximo, descendo pela lateral da Igreja de São Francisco de Assis está a Praça Gomes Freire onde possui um belo coreto.

Roteiro Mariana

Praça Gomes Freire – Roteiro Mariana

Roteiro Mariana

Coreto da Praça Gomes Freire – Roteiro Mariana

Siga em direção à Casa de Cultura pela rua Dom Viçosa praça da Sé, onde está a Igreja Nossa Senhora da Assunção, Praça da Sé. Não deixe de prestigiar o famoso Órgão Art Schnitger e caso seja uma sexta feira, feche o turno da manhã com chave de ouro, escute o concerto que se inicia às 11:45.

Uma parada para o almoço

Na rua direita você tem opções para almoço e ainda aproveita para admirar os casarios do conjunto arquitetônico. Nessa rua, que é uma das mais antigas de Mariana, estão: a Casa Setecentista, a Casa do Barão de Pontal, e a Casa do Artistas. “Mestre Athayde” que é um espaço de produção, exposição e vendas de peças. Lojas de artesanatos estão espalhadas pelo local.

Comece a tarde pela Rua Dom Silvério. Umas das opções é caminhar até a Igreja de São Pedro dos Clérigos no alto passando pelas igrejas de Nossa Senhora das Mercês e São Francisco dos Cordões. A vista da Igreja de São Pedro é muito bonita mas a caminhada requer um pequeno esforço. Talvez seja interessante ir de táxi/carro até lá e descer a pé até os locais dessas outras igrejas.

Roteiro Mariana

Vista da Igreja São Pedro – Rua Barão de Camargos – Roteiro Mariana

Roteiro Mariana

Igreja de São Pedro – Roteiro Mariana

Roteiro Mariana

Vista da Igreja de São Pedro – Roteiro Mariana

O que ver:

  • Igreja de São Francisco de Assis
  • Igreja de Nossa Senhora do Carmo
  • Antigo Palácio do conde de Assumar
  • Câmara Municipal de Mariana (Antiga Cadeia)
  • Praça Gomes freire
  • Casa de Cultura
  • Museu Arquidiocesano
  • Igreja Nossa Senhora da Assunção – (Praça da Sé)
  • Casa Setencista
  • Casa do Barão do Pontal
  • Casa dos Artistas
  • Igreja Nossa Senhora das Mercês
  • Igreja São Francisco dos Cordões
  • Igreja de São Pedro dos Clérigos

Dia 2 – Distritos e Passeios

Mina da Passagem

No dia seguinte, comece pela Minas da Passagem, no Distrito de Passagem de Mariana.

A Mina da Passagem é a maior mina de ouro do mundo aberta à visitação. Está a 12 km do centro de Mariana. A mina foi desativada em 1978 e sua visitação só é permitida com Guia. São vários quilômetros de tuneis mas só possível caminhar por aproximadamente 300 metros. Do alto da montanha, a parte visitada está a 120 metros de profundidade e o acesso é feito por Troller (carros que os mineiros utilizavam na época).

Roteiro Mariana

GAleria da Mina da Passagem – Roteiro Mariana

Dentro da mina tem um lago devido a perfuração do lençol freático. O lago que formou é belo e de tão azul e transparente é possível fazer mergulhos. Mas só mergulhadores mais experientes, pois podem atingir até 100 metros de profundidade.

Roteiro Mariana

Lago Mina da Passagem – Roteiro Mariana

ver o site da Mina da Passagem, clicando aqui.

Na mina também é possível ver o maquinário utilizado na época. Uma atração bastante interessante e principalmente para quem gosta de história. Quer saber mais da Mina da Passagem? Clique aqui.

Trem da Vale

Outra opção que pode ser feita nas sextas feiras e sábados é o passeio do Trem da Vale que liga Ouro Preto a Mariana. Em nenhuma das vezes que fui a Mariana eu cheguei a fazê-lo e por isso não tenho referência pessoal.

Caso tenha maior interesse é só acessar clicando aqui.

A partida de Mariana acontece:

Sexta e Sábados: 13h e 16h – retorno de Ouro Preto 10h e 14h30

Domingos: 14h30 – retorno de Ouro Preto 10h e 16h

São 18 quilômetros feitos em aproximadamente 1 hora. O caminho é rota do ouro e passa por Mata Atlântica e Cerrado, além de contar muito sobre a história das Minas Gerais.

Dica Retrip:

Muita gente, por falta de tempo, opta por conhecer Mariana somente em um dia. Eu particularmente acho um tremendo desperdício, pois é legal você conhecer a cidade com calma e não deixar nada importante de fora. Para otimizar é necessário fazer conforme descrito nesse post, em dois dias.

Sobre o autor

Antonio JR

Sou um amante da natureza e de esportes outdoor. Corredor de montanha, sou um aficionado por trilhas e terrenos acidentados. Tenho um carinho por tudo que envolve arte e a música é outra atividade que me libera endorfina. Um apaixonado pelo mundo, acredito no poder transformador de cada viagem e com elas adquiro vivência e experiência para minha vida.

Deixe um comentário

--