San Pedro do Atacama

Termas de Puritama – Um precioso oásis no Atacama

Termas de Puritama
Escrito por Antonio JR

Termas de Puritama – Um precioso oásis no Atacama

Foi uma escolha perfeita! Acredito que não teria opção melhor do que um local com águas termais em pleno deserto do Atacama, um dia após ter corrido a maratona: o Termas de Puritama.

Só de curiosidade, Puritama quer dizer “água quente” na língua atacameña. Essas águas são aquecidas por rochas do subsolo e quando quentes brotam em meio a um terreno arenoso e poroso, formam uma correnteza com águas de temperaturas próximas a 30 graus célsius. Há quem diz que essas águas termais fazem muito bem para quem tem reumatismo e dores musculares.

Termas de Puritama

Águas quentes e transparentes – Termas de Puritama

Termas de Puritama

Primeiro poço – Termas de Puritama

Dia quente, céu azul, algumas dores musculares começando a incomodar e muita animação. Esse foi o cenário do primeiro dia de peregrinação pelo Deserto do Atacama.

Termas de Puritama

Estrutura do parque – Termas de Puritama

Termas de Puritama

O Termas de Puritama está em meio a uma vegetação seca, terreno árido e muitos cactos, cerca de 30 quilômetros de San Pedro do Atacama. Um espaço delicioso com estrutura adequada para quem deseja passar parte do dia ou o dia inteiro. Há espaço para descansar e ainda admirar a beleza de um local que parece um oásis em meio ao deserto (clichê, não é mesmo? mas não tenho outra qualificação no momento).

Termas de Puritama

Vegetação seca – Termas de Puritama

Existem duas maneiras de chegar. Realizando um trekking, o Trekking de Guatin que acabei não fazendo, pois não queria expor novamente o meu corpo há uma atividade física, mesmo não sendo de grande esforço físico. A outra é indo com alguma agência de turismo, partindo de San Pedro.

Através de uma parceria com a Ayllu Expediciones, pude desfrutar do excelente serviço que eles proporcionam. Logo de cara, uma diferença. Eles podem entrar com a Van até bem próximo dos vestiários. É uma área administrada por um grupo hoteleiro e nem todos possuem esse acesso. Em muitos casos, o visitante tem que descer de seu transporte na portaria do parque, no alto da montanha e descer caminhando até o local. Descer nem é o problema, mas subir sim, quando se tem que retornar para o topo.

Termas de Puritama

Descida da entrada do Parque

São oito poços e a temperatura da água vai diminuindo à mesma medida que você vai descendo cada um deles. Nos 3500m de altitude, com sol a pino e ventinho frio, ficar dentro da água com seus 28 a 30 graus célsius é energizante!

Fora da água o vento incomoda um pouco, porém o pessoal da Ayllu entrega para seus clientes um roupão para que você possa se secar e ainda se proteger do vento frio. Um detalhe que faz total diferença!

Termas de Puritama

Me sentindo um rei – Termas de Puritama

Descansei a musculatura do corpo, observei a paisagem maravilhosa do deserto, fiz alguns amigos e ainda saboreei um delicioso ceviche no final do dia acompanhado de um bom vinho branco! Todo o perrengue do dia anterior, correndo 42 quilômetros no sol quente, subindo dunas pesadas, enchendo o calçado de areia e o rosto de terra, foram recompensados. Parece que sabiam de tudo que eu precisava!

Quer saber como eu venci o Deserto? Veja, clicando aqui meu site de desenvolvimento pessoal.

Termas de Puritama

Maravilhoso Ceviche – Termas de Puritama

Termas de Puritama

com delicioso vinho branco – Termas de Puritama

Passar a tarde no Termas de Puritama é revitalizante e compensador, e no meu caso abriu a temporada de passeios pelo deserto. Eu montei meu roteiro de acordo com minhas necessidades e por isso fiz esse passeio logo de cara. Como a minha intenção era subir um vulcão, optei por fazer já no final da viagem, pois eu já estaria recuperado da corrida. O Termas foi fundamental nesse processo.

Termas de Puritama

Primeiro poço – Termas de Puritama

Não estava muito interessado em ficar experimentando cada poço e por esse motivo me estabeleci somente no primeiro. Como não estava cheio, tinha espaço suficiente para todos que estavam ali. Além disso, tem uma vegetação que alivia o sol e ainda uma pequena queda d’água. Só caminhei pelas passarelas de madeira do parque, quando fui conhecer os outros poços do local, antes do jantar.

Termas de Puritama

Passarela em madeira – Termas de Puritama

Termas de Puritama

Termas de Puritama

Em dias mais cheios, o ideal é procurar por um poço mais próximo ao final do parque, certamente ficam mais vazios.

Dicas Retrip

Passeio Termas de Puritama somente

Período: 09h às 12h ou 14h às 17h (que eu fiz)

Trekking Guatin + Termas de Puritama

Período: 08h às 13h

Valor da entrada do Termas: 15.000 Pesos Chilenos

O que levar:

  • Roupas de banho
  • Chinelo ou calçado aberto e confortável
  • Toalhas
  • Lanches
  • Protetor Solar

No caso de fazer com a agência Ayllu, lanches e toalhas acabam sendo desnecessários pois eles oferecem roupão e ainda premiam sua tarde com um excelente jantar.

Para quem faz esse passeio na parte da manhã, pode aproveitar o mesmo dia e fazer outro passeio que sai a tarde como:

  • Valle Del Arcoiris (não fiz)
  • Salar de Atacama (15:30h às 20h)
  • Laguna Cézar (15h às 20h)
  • Valle de La Luna e Valle de La Muerte (15:30 às 20h)

Sobre o autor

Antonio JR

Sou um amante da natureza e de esportes outdoor. Corredor de montanha, sou um aficionado por trilhas e terrenos acidentados. Tenho um carinho por tudo que envolve arte e a música é outra atividade que me libera endorfina. Um apaixonado pelo mundo, acredito no poder transformador de cada viagem e com elas adquiro vivência e experiência para minha vida.

Deixe um comentário