Top Listas Viagem em Família

Viagem com filhos? 15 ótimas dicas.

Viagem com filhos
Escrito por Antonio JR

Viagem com filhos? 15 ótimas dicas.

Viagem com filhos? 15 ótimas dicas.

Meu filhote irá completar dois anos neste sábado próximo (4/4/2015).  Nesses primeiros dois anos já fizemos algumas viagens juntos, mas sem saturar o garoto com nossas andanças. Fomos planejando, executando e aprendendo a lidar com ele em nossas idas e vindas.

Começamos viajando de carro para Aparecida – SP (6 horas) e Trindade – RJ (7 horas) quando ele ainda tinha apenas 8 meses. Depois, com nove, fomos para Londrina e essa foi a primeira viagem de avião. Fizemos escala em São Paulo na ida e na volta, contabilizando quatro voos no total. Viajamos para Rio das Ostras – RJ (7 horas) de carro e por último, na última semana (mar/15) fomos para Maceió de avião com escala em Salvador.

Não estou considerando viagens curtas de duas ou três horas, as quais realizamos algumas também.

Sempre pedimos conselhos aos amigos, e claro, ao pediatra do Gui. Depois dessas experiências com um pequeno de dois anos, gostaria de trazer algumas dicas e dividir com os papais e mamães que adoram um malinha fechada, e botar os pés na estrada.

1 – Acompanhe o ritmo do seu filho

Acredito que seu filho (a) tenha uma rotina, faça dela sua aliada. Não tente forçar uma situação que não vá de encontro ao momento dele. Querer que ele (a) fique em uma cadeirinha por um longo tempo no momento que ele mais interage, é sinônimo de fracasso e o desgaste da viagem irá aparecer logo logo. Procure coincidir o tempo da viagem propriamente dita com os horários em que ele tenha facilidade de dormir. Em viagens de carro, sair bem cedo, com ele (a) ainda dormindo pode ajudar bastante. O ritmo de parada também é outro. Pare mais vezes e faça da viagem um momento de diversão.

Viagem com filhos

Aeroporto de Maceió

2 – Costumamos levar nosso “arsenal contra o tédio”

Pronto! Ele (a) acordou, ainda está no momento download e logo logo irá começar a reclamar. Em algumas viagens que fizemos de carro, o Gui acabou no ajudando muito, demorando bastante a colocar os reclames em prática. Quando o cansaço e o tédio chegam, o único jeito é administrar a atenção dele. Portanto, leve seus brinquedos prediletos (claro que se possível). Vídeos nos tablets, no nosso caso, surtem maior efeito. Sempre deixamos disponíveis os vídeos que ele mais curte. Isso acaba atraindo e distraindo o guri. Se o meninão já é mais crescido, jogos eletrônicos podem ser a saída, acredito!

Viagem com filhos

Viagem de carro para Indaiatuba

3 – Em viagens de avião

O que vale para a estrada vale também para os voos. Os horários dos voos e suas respectivas escalas são de extrema importância, mas nem sempre é possível conciliá-las. Seja pelo preço da passagem ou pela disponibilidade de voos para o destino desejado. Nesse caso, tenha paciência. Os voos podem não estar lotados e caso surja a oportunidade de troca com alguém para que tenha um assento sobrando entre os pais, não hesite em fazê-lo. Caso consiga, a criança terá um assento só para ela e os pais ficarão mais confortáveis. Já os maiores possuem assento próprio, então as três poltronas serão ocupadas. Para os que tem mais de um filho? Fiquem próximos uns dos outros e dividam as responsabilidades para com cada filho.

Viagem com filhos

Aeroporto de Londrina

Alguém já trocou frauda em um banheiro de avião? Posso garantir que não é tarefa fácil. O menino agitado e a bancada minúscula (assim como grande parte das coisas em avião) dificulta muito e requer habilidades que eu nem de longe sonhava que tinha.

Viagem com filhos

Aeroporto de Maceió

4 – Medicamentos necessários

Um problema que pode ocorrer quando estamos viajando são os enjoos na viagem, dores de ouvido nos voos, algum inconveniente desses pode aparecer nas viagem. Portanto tenha sempre em mãos analgésicos, antigases, antissépticos, curativos, termômetro e coisas como gaze e algodão. TODOS indicados pelo profissional da área, no caso o PEDIATRA. Estamos falando da viagem mas no destino também podem ocorrer algumas indisposições por causa de comidas, cansaço e etc. Esta caixinha de remédios pode auxiliar nessas horas também. Casos mais graves? Leve ao médico, CLARO!

Para os enjoos, comuns em viagens de carro em estradas sinuosas, é fazer uma alimentação mais criteriosa e caso seja aconselhado pelo seu médico, o famosinho dram pode ser uma possibilidade (lembre-se – consulte seu médico). Já nos casos de dores no ouvido que podem acontecer devido a diferença de pressão, aconselha-se que a criança morda ou chupe alguma coisa, como mamar ou chupetas.

5 – Bagagem grande? Não desperdice espaço

Mesmo sem estar com os pequenos é aconselhável restringir nosso vestuário quando viajamos. Com ele então é tarefa obrigatória. Bebês e crianças possuem algumas necessidades extras. Bebê conforto, cadeira de carro, fraldas, mamadeiras e brinquedos. Ter seu carro com bagagens até o teto ou pagar pelo excesso de bagagem não está nos planos de ninguém, não é mesmo? É um transtorno carregar muitas coisas. Assim sendo, atenção na hora de planejar as malas, ok?

Viagem com filhos

Aeroporto de Maceió

6 – Planejamento de viagem

Importantíssimo para entrar dentro do orçamento. Saber as tarifas de hotéis é tão importante quanto saber de sua localização. Saber se taxas estão incluídas ou não. Tudo faz diferença. Se o hotel possui gratuidade para crianças também pode ajustar as contas. Ficaríamos em Maragogi por um período maior do que realmente ficamos se a logística com a alimentação não fosse tão cansativa. Pense em tudo, literalmente. Berços, colchões, cama extra, serviço de alimentação, frigobares, dentre outros. Para aqueles que adquirem pacotes e acreditam que tudo está incluído, faça a checagem e entrem em contato com o hotel, se necessário. Nesses pacotes também não deixem de ver valores para os pequenos com até dois anos. O preço cobrado pode ser muito interessante.

7 – Gerencie seus gastos

Temos um desejo enorme de adquirir coisas quando estamos viajando. Nosso cérebro nos coloca numa situação de relax com várias coisas, inclusive, com dinheiro. Sempre voltamos com a sensação de que gastamos mais do que deveríamos e com crianças então, pode ser caso de internação. Planeje seus gastos e estabeleça um limite. Crianças tendem a pedir sempre o que vê e os pais relaxados podem querer vê-las contente a cada compra que fizerem.

8. Leve comidas que seu filho está acostumado a comer

Assim como os brinquedos, a alimentação também é super importante na viagem, levar de casa uma quantidade satisfatória facilita bastante. Prefira alimentos que ele tenha mais contato e gosto. Biscoitos leves como lanchinho são ótimos e devem ser parte da rotina dos seus filhos. Não arrisque levar o que ele não tem costume de comer. A chance de dar errado aumenta. Deixe esses alimentos bem guardados, principalmente as frutas. Leve uma bolsa térmica!

Se for em um voo internacional, veja os critérios estabelecidos para entrada no país. Alguns países não permitem entrar com alguns tipos de alimentos.

9 – Não engesse a alimentação do seu filho

É claro que nosso controle fica maior quando nossos filhos são menores. Menos de um ano ou até dois. No caso do meu pequeno, com dois anos, tentamos seguir viagem com uma alimentação mais regrada, mas também, assim como em casa, deixamos as vezes algo sair da rotina (finais de semana) e algumas guloseimas são permitidas (claro, nem tudo!). Já os maiores, que já são mais espertos, fica mais complicado. Principalmente porque as crianças veem que nós, adultos, também estamos nos permitindo sair dos trilhos.

10 – Participe com seu filho estando sempre presente

Este é um momento família ao meu ver. Todos juntos, brincando e participando. Caso seja sua primeira viagem com filho, esqueça grande parte do que você vivenciou viajando sozinho, com casal ou com amigos. Acredite, vai ser bem diferente.

Viagem com filhos

Em Trindade na praia

Este é um momento família ao meu ver. Todos juntos, brincando e participando. Caso seja sua primeira viagem com filho, esqueça grande parte do que você vivenciou viajando sozinho, com casal ou com amigos. Acredite, vai ser bem diferente.

Planeje seu dia contando com as preferências dele. Ele faz parte da programação e é quem deve ser tratado com mais atenção. Ficar vagando sem rumo durante um dia inteiro ou colocar inúmeras coisas para visitar, podem cansar o baixinho. E lembre-se: Uma criança estressada tende a deixar todos estressados.

Mesmo quando as atividades forem simples e mais tranquilas esteja sempre presente. Para participar ou para cuidar. Eles podem se machucar com algo que podia ser evitado. Em locais tumultuados esteja sempre de olho e nunca perca-os de vista. Cuidado sempre!

São ações que, quando tomadas, fazem a viagem ser de extremo prazer. Nesta última, com o Gui já em idade de entender o que estava acontecendo, proporcionou a ele dias incríveis.

Viagem com filhos

Em Indaiatuba

11 – Aproveite da rotina do seu filho para você também curtir

Este é um momento família como disse anteriormente, mas o casal também precisa curtir. Tivemos como grande aliada a rotina do Gui. Mesmo com as variações de horários com relação aos de casa, ele tinha seus momentos de dormir durante o dia e também sua rotina (do hotel) de horário de dormir à noite. Aproveitamos esses intervalos para curtir a dois, mesmo que, em alguns momentos, aproveitamos para dormir junto com ele (rs).

12 – Registre

Seu filho com um, dois ou três anos não irá lembrar daquela aventura que vocês preparam com todo carinho para ele. Então não deixe de registrar tudo. Fotografe! Certamente ele verá as fotos da viagem com saudosismo.

Viagem com filhos

Gui, com quase um ano em Trindade

13 – Documentação

Este tópico é para viagem com filhos para outros países. É importante que seja visto, além do que foi citado aqui quanto aos voos, a documentação. Se for necessário passaporte, providencie um (os filhos também devem obter passaportes para grande parte dos países mundo afora). Dicas para fazer um passaporte, clique aqui

Viagem com filhos

A mãe brincando com o Gui no aeroporto

Em viagem de avião, aqui no Brasil, em todos os casos, tivemos que apresentar a certidão de nascimento do Gui. Foi checado sim. Se falarem pra você que não é necessário, estarão mentindo.

14 – Vacinas

Para planejar uma viagem para qualquer país, as vacinas da criança devem estar em dia. Em viagens internacionais, em alguns casos é uma obrigação que pode interferir na entrada ou não no país de destino. Veja quais são as vacinas exigidas e converse com seu pediatra, caso a exigência seja alguma vacina que seu filho não tenha ainda a idade adequada.

15 – Seguro de saúde e de viagem

Em uma viagem com filhos, não deixe de fazer um seguro de saúde para o seu pequeno. Esses seguros são importantes quando algo inesperado acontece. Com seu filho então, se acontece alguma coisa a sensação de impotência é grande. E claro, sem um seguro de saúde tudo se torna mais caro.

Para viagens internacionais faça do o Seguro de Viagem (veja aqui). Além de obrigatório em muitos países eles te dão a segurança que você precisa para colocar seu pequeno na estrada.

Pessoal, o que vocês fazem para que sua viagem com filhos saia tudo dentro do programado? Faltou alguma coisa aqui nessa listinha que preparamos especialmente pra vocês? Conte-nos. Vou adorar aprender!

Reserve seu hotel com a gente, vai.

 

Nosso blog tem parceria com a Booking.com. Uma reserva através do blog ajuda a mantê-lo pois ganhamos uma pequena comissão. O preço não altera e você pode contar com a qualidade Booking.com em suas reservas. Com cancelamento grátis! É muito simples e seguro.

Clique em :

Booking.com – Hoteis em qualquer lugar do Mundo 

Venha pra nossa Rede:

Facebook   Google+   Instagram

Sobre o autor

Antonio JR

Sou um amante da natureza e de esportes outdoor. Corredor de montanha, sou um aficionado por trilhas e terrenos acidentados. Tenho um carinho por tudo que envolve arte e a música é outra atividade que me libera endorfina. Um apaixonado pelo mundo, acredito no poder transformador de cada viagem e com elas adquiro vivência e experiência para minha vida.

6 Comentários

Deixe um comentário