Destaque Dicas

Viajar gastando pouco

Viajar gastando pouco
Escrito por Antonio JR

Viajar gastando pouco

Publiquei um post que mostra pequenas ações diárias que podem fazer você viajar mais, ou até fazer a viagem dos seus sonhos, aquela que o aperto financeiro não permite. Veja o post clicando aqui.

Esse post gerou uma repercussão legal gerando na minha rede social algumas dúvidas e comentários. Nele eu falo do ciclo completo: Planejar, fazer, controlar e VIAJAR! (quase um ciclo PDCA de Demin. Se quiser saber mais veja aqui).

Pois bem, diante da maioria das dúvidas, resolvi destrinchar um pouco mais as economias que você pode fazer viajando. Ou melhor, desde o momento que você concebe seu novo projeto.

O ciclo se fecha quando voltamos para casa e sabemos que a partir de agora será um novo passo. Aprender com os erros e acertos e melhorar cada vez mais para viajar cada vez mais. Simples, não? Nem tão simples pois o turismo carrega armadilhas que fazem você gastar mais. O momento de descontração e emoção numa trip dos sonhos, faz você abrir a carteira mais facilmente acabando com o tão guardado dinheirinho.

Viajar gastando pouco

Viajar gastando pouco

Como a equação – economizar é poder viajar mais, vou dar algumas dicas preciosas para você otimizar toda sua viagem e atingir o objetivo de viajar gastando pouco. Vamos a elas?

#1 – O Destino é escolhido pelo tamanho do seu bolso.

Isso mesmo! Escolher Paris por exemplo significa que você tenha mais “bala na agulha”. E não falo de ser mais Rico (que é claro que ajuda!) mas que pode acontecer devido um bom planejamento anterior e um período de economia mais extenso. Na dúvida, escolha destinos mais baratos dentre aqueles que você tem vontade de conhecer. Existem sites na internet que fazem um rankeamento de cidades mais caras ou mais baratas levando em consideração alguns parâmetros. Também podem servir de ajuda. Price of travel é um deles, clique aqui pra ver!

#2 – Atrações gratuitas.

Qualquer destino que você escolher irá possuir atrações que não farão você assaltar a sua carteira. Procure em blogs quais atrações são pagas e quais não são. Sobre as não gratuitas, escolha somente a que você não gostaria de perder por nada. Uma DICA: Mesmo as atrações pagas, geralmente tem seu dia off. Certamente vai existir uma fila maior mas não deixe de ver qual é esse dia/horário e tente encaixar. Afinal, voltar para casa com a sensação de que um dia você retornará ao destino exclusivamente pela atração não visitada, não é um negócio, não é mesmo?

Veja esse post como exemplo: O que fazer em Madri – Atrações gratuitas

#3 – Baixa temporada é a melhor época para economizar.

Se você já escolheu o destino e viu que nele, existem muitas possibilidades gratuitas ou com custo menor, agora é hora de escolher a melhor época para se fazer tudo isso. Escolher a baixa temporada é sinônimo de economia. você foge do acúmulo de turistas e viajantes que fazem o comércio local e todo o trade turístico inflar sua cartela de preços. Em baixa temporada é possível negociar também. Passeios, hotéis e restaurantes podem possuir opções atraentes aos nossos olhos e bolsos.

#4 – Escolher um bom hotel.

Sim, não precisa escolher espeluncas o ou dividir quartos com mais uma pá de gente (o que eu já fiz muito e adorava). Não é esse o xis da questão! Se você for em baixa temporada, os hotéis costumam ter tarifas promocionais já que o índice de ocupação diminui. Aconselho sempre pesquisar para não perder quando alguma promoção aparecer. A localização do hotel também ajuda muito na hora de deixar o dinheiro quieto na carteira. Escolha hotéis em locais próximos a metrô, linhas intensas de ônibus e que também fique fácil o deslocamento a pé. Algo que pode ser considerado na reserva de um hotel é o preço do café da manhã. Alguns hotéis oferecem esse serviço separadamente. Avalie se esse valor é justo para sua comodidade ou se com o dinheiro de uma diária do café da manhã seja próximo a um semana inteira saboreando um café montado por você mesmo, com ingredientes comprados em supermercados e mercearias.

#5 – Use transportes públicos ou alternativos.

Como disse no item anterior, escolhendo um hotel bem localizado você facilitará toda sua logística na cidade. Tente utilizar o máximo de transporte públicos pois eles são bem mais em conta. Os metrôs possuem, em muitas cidades, um ticket que vale para um número X de viagens ou um tipo day use(usar o dia inteiro). Caminhadas e bicicletas também são bem interessantes pois além de você fazer economia, você está praticando uma atividade física e ainda vê a cidade com outros olhos.

#6 – Planeje onde irá almoçar ou jantar.

Essas refeições podem ser feitas também com planejamento. Se um dia pretende visitar um restaurante onde o preço é acima da média que você estabeleceu, no outro você pode compensar visitando restaurantes que possuem pratos atraentes assim como seus preços. Outra dica super importante. Faça compras em mercearias ou supermercados e monte seus próprios lanches para o dia a dia. Além de você poder matar a fome em qualquer hora e local que ela vier, você não destinará muito recurso para pequenos lanches que podem facilmente ser substituídos.

Viajar gastando pouco

Viajar gastando pouco

#7 – Diminua a cerveja (rs).

Todo mundo tem um calcanhar de aquiles, correto? o meu é a breja, cerva, loira ou cerveja mesmo. Sou um amante de cerveja gelada e toda vez que computo meus gastos em bares, botecos, restaurantes, baladas e etc, vejo que ela arruinou minhas economias e meu planejamento. Não sei qual seria o seu, mas baladas, drinks e festas são ótimos para fazer qualquer um fugir do orçamento. Aproveite, mas com moderação.

Viajar gastando pouco

Viajar gastando pouco

#8 – Você está economizando e ainda pensa em compras?

Se sim, você está indo na contramão. É claro que em alguns lugares o preço praticado comparado com o do Brasil é muito inferior e a tentação “chega junto”. Se você escolheu destino com esse perfil, tente planejar o que será gasto com compras também para não se perder. Em outros locais a tentação também estará presente mas nesse caso meu conselho é combatê-la.

Retrip e você: Tem alguma dica para deixar sua viagem mais barata? Sabe como economizar usando alguma dica que não está aqui nesse post? Conta pra gente pois também queremos viajar mais!!!

Viajar gastando pouco

Viajar gastando pouco

Sobre o autor

Antonio JR

Sou um amante da natureza e de esportes outdoor. Corredor de montanha, sou um aficionado por trilhas e terrenos acidentados. Tenho um carinho por tudo que envolve arte e a música é outra atividade que me libera endorfina. Um apaixonado pelo mundo, acredito no poder transformador de cada viagem e com elas adquiro vivência e experiência para minha vida.

1 comentário

Deixe um comentário